RETROSPECTIVA 2019: UM FESTIVAL DE BESTEIRAS

bozo besteiras 2

Dentre as muitas desgraças que marcarão o ano de 2019 no Brasil, uma delas é que o nosso país emburreceu. Quando o general Santos Cruz deixou o governo dizendo que o mesmo era um “show de besteiras”, tivemos o testemunho de quem esteve lá dentro, presenciando asneiras e sandices em doses industriais. O general sabia de tudo o que não era exposto. Imaginem o que rolava entre quatro paredes! Há até quem afirme que as toneladas de bobagens, tolices e sandices da era bolsonarista não passaria de uma estratégia, tipo um “ópio” para desviar a atenção de reformas que vão massacrar trabalhadores e aposentados e da entrega do país. Faz sentido. Mas, por enquanto, nesse último dia do ano, lembremos algumas das “pérolas” de Bolsonaro, de seu astrólogo-guru e de seus assessores dos mais variados escalões. Lamentavelmente, 2019 foi o ano em que o Brasil emburreceu. Ainda duvida? Pois então, toma-lhe:

Comecemos com o show de besteiras, declarações estapafúrdias e idiotices vomitadas por Jair Bolsonaro em 2019:

“O problema do meio ambiente poderia ser resolvido se a população fizesse cocô dia sim, dia não.”

“Leonardo DiCaprio está pagando para promover queimadas na Amazônia.”

“Daqueles governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão.”

“É impressionante a imprensa dar espaço para uma ‘pirralha’ (Greta Thunberg) dessa aí.”

“Tem muito formado aqui em cima dessa filosofia do Paulo Freire, esse energúmeno.”

“O Ustra (torturador e assassino) é um herói nacional.”

“Para que serve a OAB?”

“Trump, I love you!”

“Só aos veganos que só comem vegetais é importante a questão ambiental.”

“São uns idiotas, uns imbecis (estudantes que protestavam contra o corte de verbas nas universidades), que estão sendo usados como massa de manobra.”

Agora, declarações do guru de Bolsonaro, o “Raspuitin” e ideólogo do governo, o astrólogo Olavo de Carvalho:

“A Terra é plana.”

“Chico Buarque é apenas um sambista que comprou um dicionário com rimas.” 

Agora, os excrementos expelidos por via oral pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo:

“O aquecimento global é uma conspiração comunista.”

“O aumento da temperatura da Terra deve-se ao asfalto quente.”

“Não acredito em aquecimento global. Fui a Roma e estava uma onda de frio enorme. Isso mostra como as teorias do aquecimento global estão erradas.”

“O nazismo é um movimento de esquerda.” 

E agora vamos à Damares Alves, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos:

“Eu vi Jesus na goiabeira.”

“Não é a política que vai mudar esta nação, é a Igreja.”

“A partir de hoje, menino veste azul e menina veste rosa.”

“As meninas são abusadas no Pará porque não usam calcinha.”

Infelizmente não é sacanagem, mas as afirmações abaixo foram expelidas pelo ministro da “Educação”, Abraham Weintraub. Repetindo: ministro da “Educação”:

“As universidades federais possuem plantações de maconha.”

“As universidades federais são espaços de balbúrdia.”

“O livro do Kafta”. (Querendo referir-se a Kafka).

“As universidades no Nordeste não deveriam ensinar Filosofia ou Sociologia.” 

Agora, as fezes expelidas por via oral pelo presidente da Funarte do governo Bolsonaro, Dante Mantovani:

“O rock leva às drogas, aborto e satanismo.”

“John Lennon era ligado ao satanismo.” 

E olhem o que vomitou o secretário de Agricultura e Pesca do governo Bolsonaro, Jorge Seif Júnior:

“O peixe é um bicho inteligente. Quando ele vê uma manta de óleo, ele foge.” 

Por um 2020 em que o Brasil saia do emburrecimento bolsonarista!

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s