ENTRE BOZO E MORO, BRANCOS E NULOS VENCEM

“Moro e Bolsonaro: Vejo uma coisa só.” (Rosângela Moro, mulher do ex-juiz parcial Sérgio Moro, em fevereiro de 2020).

O ex-juiz parcial Sérgio Moro, que se apresenta como uma das imaginárias “terceiras vias”, na verdade representa o “bolsonarismo sem Bolsonaro”. Ele agiu politicamente, travestido de toga, pela vitória de Bolsonaro; ele ganhou como prêmio por seu ativismo político a favor do fascista o cargo de ministro da Justiça; ele defende as pautas reacionárias do bolsonarismo, como o “Escola Sem Partido”, que pretende amordaçar os professores; ele criticou o STF, ao dizer que a Corte foi “longe demais” no inquérito contra bolsonaristas; ele tem o apoio do MBL e do Vem Prá Rua, entidades ultra-direitistas. Como bem disse a própria mulher do ex-juiz parcial: Moro e Bolsonaro são uma coisa só. E o próprio eleitor já percebeu isso.

Pesquisa do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), divulgada nesta quinta-feira, 27 de janeiro, mostra que, em um imaginário segundo turno entre Bolsonaro e Moro, ambos seriam derrotados pelos votos nulos e em branco. Evidentemente que, em um segundo turno, haveria um vencedor. E a pesquisa Ipespe mostra que, em um suposto e improvável segundo turno entre Moro e Bolsonaro, o ex-juiz parcial venceria o Bozo por 35% a 28%. Mas o primeiro colocado nesse imaginário pleito seria a alternativa “brancos e nulos”, com 37%.

Moro é Bolsonaro e Bolsonaro é Moro e, assim, os altos índices de rejeição a Bolsonaro, evidentemente se transferem para aquele que é um grande representante do bolsonarismo. Por isso, os resultados da pesquisa mostram o quão rejeitado Moro também é. Claro que ninguém, nem eles próprios, esperam um segundo turno entre Bozo e o ex-juiz parcial. Mas o levantamento da pesquisa foi importante para mostrar o quanto são rejeitados, o quanto representam a mesma coisa e o quanto ilegítimos são. O miliciano e seu capanga perderiam até para brancos e nulos. Fala aí Merval Pereira!

VÍDEO: ESTUDANTE CORAJOSA ENFRENTA O BOZO EM PLENO CURRAL

Aquele que crê na Bíblia também questiona”. (Hadassa Gomes, estudante, que questionou e enfrentou Bolsonaro em pleno curralzinho do Alvorada).

“Você é uma farsa!” (Hadassa Gomes, na cara do Bolsonaro).

“Rachador deve ir para a prisão?” (Pergunta de da estudante Hadassa Gomes a Bolsonaro, em pleno curralzinho, e que ficou sem resposta).

O áudio da gravação é claro e alguém ainda chegou a falar: “tira ela daqui!” Mas o estrago já estava feito, pois a estudante Hadassa Gomes, depois de citar um verso bíblico para Bolsonaro, disse que ele é uma farsa. Falou Hadassa, em pleno cercadinho:

“Presidente, posso falar um verso bíblico para o senhor? É aquele verso que o senhor diz que gosta muito, e eu também – é um dos meus favoritos. ‘Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará’. E a verdade é Jesus, a verdade é justiça, a verdade é honestidade. E sabendo disso, dá para considerar que o senhor é uma farsa, presidente“.

Claro que Bolsonaro ficou desconcertado e em nenhum momento conseguiu intimidar a estudante, que falou a mais plena verdade. Bolsonaro é mesmo uma farsa: farsa moral, religiosa, ética, política. Hadassa, menina corajosa, você representa milhões de brasileiros e sua atitude, em um ambiente totalmente hostil, mas que não a intimidou, também mostrou que os “machões valentões” como Bolsonaro, quando enquadrados pela verdade, ficam sem ação e vão falar que “é coisa do PT” . Para terminar, Hadassa ainda perguntou a Bolsonaro se “rachador” deve ir para a prisão, mas ficou sem resposta. Valeu Hadassa! Agora, assistam ao vídeo:

MORRE O GURU DO BOLSONARISMO

O autoproclamado filósofo e guru do bolsonarismo, Olavo de Carvalho, morreu aos 74 anos na noite desta segunda-feira, 24 de janeiro. A notícia foi dada no perfil do Instagram de Olavo. Ao lamentar a morte do seu guru, Bolsonaro afirmou que o pseudofilósofo era um “farol” e “um dos maiores pensadores da história do nosso país”. A declaração de Bolsonaro não chega a surpreender, visto que um dos maiores “ensinamentos” de Olavo de Carvalho era: “se você não conseguir destruir a tese de um adversário, então destrua o próprio adversário”.

Atolado em dívidas e respondendo a vários processos por calúnia e difamação, o guru da extrema-direita chegou a queixar-se do abandono por parte de Bolsonaro. O “patriota” morava nos Estados Unidos.

CONHECIMENTO 79% X IGNORÂNCIA 17%

Apesar de Bolsonaro e seus seguidores negacionistas, apesar do ex-médico Queiroga, apesar do gângster Silas Malafaia, apesar do paraquedista Pazuello e dos energúmenos inimigos da ciência, a pesquisa Datafolha divulgada neste domingo, 16 de janeiro, revela uma grande vitória do conhecimento contra a ignorância. Segundo a pesquisa, 79% da população brasileira apoiam a vacinação contra a Covid para crianças entre 5 e 11 anos. O percentual corresponde a 132.500.000 brasileiros, o que mostra que, apesar dos diários latidos do fascista-mor e seus comparsas, o discurso antivacina “não pegou” no Brasil. E isso deve nos orgulhar.

Já dissemos em outras oportunidades que a questão da vacinação independe de matiz ideológico. Durante a ditadura militar no Brasil, mesmo com toda a violência de Estado, as campanhas de vacinação já colocavam o nosso país como referência em imunizações. Mas com Bolsonaro, o negacionismo e a aversão à ciência são alguns dos pilares de seu desgoverno. Hoje, além da luta ideológica, natural em qualquer regime democrático, estamos travando uma outra luta: a do conhecimento contra a ignorância. Hoje, temos que defender que a Terra é esférica; que o aquecimento global existe; que o nazismo não é de esquerda. E agora, temos que defender a tese de que vacinas salvam vidas.

Mas o resultado da pesquisa Datafolha é alentador. Porque o percentual daqueles que não aprovam a vacinação infantil é de 17%. Esse percentual é menor do que o percentual da bolha que ainda apoia Bolsonaro, que oscila entre 20% e 24%. Ou seja, até entre alguns bolsonaristas o discurso contra as vacinas e os ataques à ciência ainda “não colaram”.

Hoje está começando a vacinação infantil em várias cidades brasileiras. Vamos vacinar nossas crianças sim. Vamos ouvir a ciência e os cientistas. Vacinando nossas crianças, iremos dizer sim à vida e não ao genocida!

VÍDEO: BOLSONARISTAS ANTIVACINA ATACAM NOS TRENS DA SUPERVIA

Imagem acima: Aline Lopes e seu comparsa chamado Antônio. Eles panfletaram nos trens da Supervia, no Rio de Janeiro, contra a vacinação infantil. Denunciem o vídeo!

Ontem foi noticiado que bandidos bolsonaristas estavam distribuindo panfletos nos trens da Supervia, no Rio de Janeiro, contra a vacinação infantil. Os criminosos chegaram a postar no Facebook um vídeo repleto de fakenews e de afirmações criminosas. No vídeo, gravado na estação Riachuelo, uma mulher de nome Aline Lopes e um homem chamado Antônio, dizem esperar o próximo trem para “informarem” os passageiros. A mulher, com os panfletos criminosos na mão, chega a falar que a vacinação infantil representa uma “epidemia de infanticídio” e o “extermínio das crianças”.

Esse vídeo tem que ser denunciado e os criminosos bolsonaristas antivacina devem ser processados e punidos na forma da lei. Denunciem o vídeo, que é uma confissão de crime contra a saúde pública praticado por seguidores do genocida. Bandidos! Bandidos!

Abaixo, o link para acessar o vídeo, que deve ser denunciado:

https://fb.watch/ayWHJvL5WK/

PESQUISA EXAME/IDEIA: LULA LIDERA COM FOLGA

Pesquisa Exame/Ideia, divulgada neste dia 13 de janeiro, confirma a preferência por Lula na corrida presidencial. Segundo a pesquisa, realizada entre os dias 9 e 13 de janeiro e registrada no TSE, Lula aparece com 41% da preferência. O fascista Jair Bolsonaro vem em segundo, com 24%, e o ex-juiz parcial Sérgio Moro aparece em terceiro lugar, com 11% da preferência. Ciro Gomes tem 7% e João Doria 4%. Os demais candidatos apresentados são meros figurantes.

Não é à toa que Bolsonaro, ultimamente, já esqueceu da “cartinha” que Temer escreveu para ele e voltou a atacar o STF e o sistema eleitoral, novamente fazendo ameaças ao pleito. Todas as pesquisas colocam Lula muito à frente de seus concorrentes e já é tida como possível a vitória do petista ainda no primeiro turno. Um dado importante é o crescimento de Lula quando a pesquisa é espontânea, ou seja, quando não são apresentados os nomes dos candidatos. Na pesquisa espontânea Lula cresceu 6 pontos, indo de 28% para 34%.

Em todos os cenários de segundo turno, Lula vence com facilidade seus adversários. Contra o fascista Bolsonaro, o placar seria de 49% a 33%. Contra o ex-juiz parcial Sérgio Moro, Lula venceria por 47% a 30%. Já contra Ciro Gomes, Lula venceria o segundo turno por 47% a 25%.

Tudo indica que ao genocida só restará duas alternativas: sair da disputa, como já foi aventado e noticiado, e tentar uma vaga no Senado para manter o foro quando for responder pelos seus crimes. A outra alternativa, que ele já tentou em 7 de setembro, seria um golpe. Mas as instituições e a sociedade irão, mais uma vez, repelir qualquer tentativa de golpe desse traste e seus comparsas, sejam eles fardados, de paletó e gravata ou fantasiados de Zé Carioca.

BANDIDO BOLSONARISTA SERÁ EXTRADITADO

O bandido bolsonarista Eduardo Fauzi, que se apresenta como “empresário” e “economista”, será extraditado e entregue às autoridades brasileiras para responder pelo crime de terrorismo. Foi esse bandido que, na véspera do Natal de 2019, lançou bombas na sede da produtora Porta dos Fundos, causando o incêndio no local, que fica no bairro de Botafogo. Após o crime, o bandido fugiu para a Rússia, mas foi localizado e preso pelas autoridades locais. O fascista agora será devolvido ao Brasil para pagar aqui pelos seus crimes.

Dois anos depois do atentado da quadrilha bolsonarista, a volta desse bandido ao Brasil poderá indicar o caminho para que os demais integrantes da quadrilha terrorista sejam identificados e presos. Que a punição desse bandido fascista-bolsonarista seja exemplar e que os outros integrantes da corja que cometeu o atentado sejam igualmente presos e punidos.

MALAFAIA COMETE MAIS UM CRIME

Silas Malafaia, o empresário da fé aliado de Bolsonaro segue, assim como seu líder, fazendo declarações criminosas pelas redes sociais. Agora, o dono da Igreja Internacional da Graça de Deus publicou um post no Twitter chamando de “infanticídio” a vacinação infantil. Uma afirmação absurda, estapafúrdia, inaceitável mas, principalmente, uma declaração criminosa desse canalha.

A reação dos internautas foi imediata e o empresário da fé aliado de Bolsonaro acabou tendo a sua postagem criminosa derrubada pelo próprio Twitter. Porém, remover uma postagem desse traste do Twitter ainda é pouco. Esse bandido tem que ser removido é do convívio com a sociedade. Malafaia é um daqueles que, protegido pelas instituições aparelhadas por Bolsonaro, não responde pelos seus crimes, mas que, tão logo o fascismo seja derrotado nas urnas esse ano, deve ser um dos primeiros a ir para a cadeia. Canalha! Canalha! Canalha!

BOZO DETONA MICROEMPRESÁRIOS

“Nós vamos ganhar dinheiro usando recursos públicos para salvar grandes companhias. Agora, nós vamos perder dinheiro salvando empresas pequenininhas.”

As palavras acima foram proferidas pelo banqueiro travestido de ministro, Paulo Guedes, durante a fatídica reunião dos fascistas aloprados de abril de 2020 e depois transmitida para todo o Brasil. O ministro-banqueiro deixava claro que o governo ultra-direitista e miliciano de Bolsonaro não teria qualquer compromisso com micro e pequenos empresários, apesar de muitos terem apoiado Bolsonaro. Seria mitomania, por se acharem “grandes empresários”?

Agora, Bolsonaro acaba de vetar o refinanciamento de dívidas de microempreendedores individuais e pequenos empresários. O projeto que facilitaria a vida dos micro e pequenos empresários foi aprovado no Congresso, mas Bolsonaro o detonou com seu veto. São quase 19 milhões de micro e pequenos empresários no Brasil. Enquanto isso, um pequeno número de grandes empresários têm bilhões em dívidas com o INSS e não são incomodados – dentre eles, o apaniguado de Bolsonaro Luciano Hang, vulgo “velho da Havan”. O veto de Bolsonaro é mais uma prova de que seu governo fascista nunca teve compromisso com o povo e com os micro e pequenos empresários. E não se trata de renúncia fiscal, como foi dito, porque o projeto não prevê perdão de dívidas e sim o refinanciamento. E muitas dessas dívidas foram consequência da pandemia. Enquanto isso, o banqueiro-ministro Guedes tem investimentos no exterior e lucra com a alta do dólar, que oprime os menos favorecidos.

Não podemos esquecer que grande parte desses micro e pequenos empresários que hoje estão sendo detonados por Bolsonaro, o apoiaram em 2018 contra a “corrupção”. Parece que muitos deles sentiam-se “grandes burgueses” ou “megaempresários”. Mas na realidade são donos de pequenos negócios e estão longe de serem ricos, embora alguns se achassem. Agora, renovamos a pergunta: que motivo os micro e pequenos empresários têm para ainda apoiarem Bolsonaro?

Militares, milicianos, grandes empresários, donos de fábricas de armas, empresários travestidos de pastores, donos de mídias fascistas pró-governo e outros apaniguados, esses sim têm todos os motivos para apoiarem Bolsonaro. Bolsonaro “governa” para eles. Porém, se você é micro ou pequeno empresário e ainda continua apoiando Bolsonaro, então não reclame. Está aí o que você queria!

VÍDEO: MILITAR ORIENTA BOZO CONTRA A VACINA

A live de Bolsonaro de ontem, dia 6 de janeiro, entrou precocemente no ar. Assim, dá para ouvir perfeitamente o diálogo do genocida com um militar que o orientava nas barbaridades que ele proferiria logo depois, atacando a vacinação infantil. O militar (seria médico?) diz para Bolsonaro, antes da live ir ao ar, que “isso é sintoma de miocardite”. E Bolsonaro ainda pergunta ao militar se ele “tem certeza”. A mentira seria repetida pelo fascista logo depois, além de ataques à Anvisa. Assistam: