O JEJUM DE MEMÓRIA

dallagnol o brasil está mudando“O Brasil está mudando.” (Deltan Dallagnol, Procurador da República, pelo twitter, em 2 de fevereiro de 2019, após a eleição para a Presidência do Senado).

Deltan Dallagnol, o homem das “convicções sem provas”, voltou a se manifestar politicamente. Desta vez não foi com jejuns espirituais, orações e nem com indignação. Esfuziante, ele disse que “o Brasil está mudando.” Pelas redes sociais, o procurador comemorou a derrota das “velhas oligarquias”, referindo-se ao espetáculo rocambolesco que foi a eleição para a Presidência do Senado. O que o procurador, efetivamente, chama de “mudança”? O senador eleito, Davi Alcolumbre, que derrotou Renan, não representaria ele próprio as “velhas oligarquias”? Sim, porque Davi Alcolumbre nada tem de “novo” além da idade de 41 anos, em se tratando se um senador.

Mas, vamos às “mudanças” do Brasil: Rodrigo Maia, do DEM, que faz parte do “Centrão”, um conglomerado de siglas prostitutas, foi reeleito para a Presidência da Câmara e Alcolumbre, do mesmo DEM, do mesmo “Centrão”, foi eleito para a Presidência do Senado. Ou seja, o partido de ACM Neto está no comando das duas casas legislativas. Grande mudança! Grande derrota das “velhas oligarquias”!

A eleição no Senado, que Dallagnol tanto festejou, levou ao comando da Casa um senador que responde a inquérito por crime eleitoral  (ele teria apresentado notas “frias” na prestação de contas), desvio de verbas da saúde e desvio de recursos em fundos de pensão (seria ele um “novo Renan”?). Isso, sem falar que ele votou contra a cassação de Aécio, apesar das provas robustas de seus crimes. Grande mudança!

Enquanto isso, no “Brasil das mudanças” festejado por Dallagnol, esqueceram do Alckmin, do Temer, do Moreira Franco, do Padilha, do Jucá. No caso de Alckmin, ele já está sem foro desde abril de 2018, mas segue sem ser incomodado. Outra grande mudança!

No “Brasil das mudanças”, as leis continuam sendo esquecidas quando convém. Rasgaram a Lei de Execuções Penais e não permitiram que Lula participasse do funeral de seu irmão. Grande mudança!

Sérgio Moro, que quando juiz era falante e vazava áudios e denúncias, como Ministro está calado diante das provas de corrupção e das íntimas relações do filho do Presidente com milicianos. Grande mudança!

O Ministro do Meio Ambiente (não é piada!) é um condenado por crime ambiental em São Paulo. Para o Ministro das Relações Exteriores, o aquecimento global é uma conspiração comunista. O Ministro da Educação diz que a universidade deve ser só para uma elite e censura vídeos no Instituto Nacional de Educação Surdos. A “Ministra dos Costumes” não quer que a teoria evolucionista seja ensinada nas escolas e ainda é acusada de raptar uma criança indígena. Grande mudança!

Será que a Terra é mesmo plana? Estamos aguardando o pronunciamento do Ministro-astronauta, que já viu nosso planeta lá do espaço. Enquanto isso, parece que Dallagnol voltou a fazer jejum. Mas agora tudo leva a crer que é um jejum de memória.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s