O CALO QUE ABAFA

caloVai começar (ou já começou) a “operação abafa”. O novo promotor designado para o escândalo Bolsonaro/Queiroz é Cláudio Calo. Seria tudo normal se Calo não fosse um admirador dos Bolsonaros e não tivesse o hábito de, pelas redes sociais, compartilhar conteúdos de Flávio Bolaonaro e de retuitar mensagens de Carlos Bolsonaro. Ou seja, está tudo “entre amigos”. As ações ilícitas praticadas por Flávio Bolsonaro já foram até tipificadas pelo próprio Sérgio Moro, em um de seus livros, como sendo lavagem de dinheiro (claro que o livro de Moro foi publicado antes do escândalo).

O promotor Calo tem o hábito de interagir nas redes sociais, especialmente quando se trata de atacar Lula, Dilma e o PT. Ele também é um contumaz curtidor das postagens de Jair Bolsonaro. Suas mensagens, geralmente, são de ofensas ao PT e aos seus quadros e, em uma delas, Calo ofende Lula, chamando-o de “lixo” e “psicopata”. Há poucos dias, Calo exaltou a economia de gastos de Bolsonaro em sua ida a Davos, comparando com os gastos da ex-presidente Dilma. Isso sem falar que Calo tem o hábito de divulgar sites e autores de extrema-direita como, por exemplo, “O Antagonista”.

Evidentemente, está claro que falta mais do que isenção para esse “promotor” querer levar o escândalo adiante. Ele é totalmente parcial e, antes mesmo de ser nomeado para o caso, Calo já havia se posicionado a favor de seu amigo Flávio Bolsonaro quando, em um comentário, tentou retirar a tipificação de lavagem de dinheiro das ações de Flávio. Escreveu Calo em 21 de janeiro de 2019, em resposta a um comentário do jornalista Reinaldo Azevedo:

postagem de calo

Já ouvi dizer que a função de um promotor é a defesa dos interesses da sociedade. Não de um grupo político. Claro que um promotor não está com seus direitos políticos cassados e nem a sua liberdade de expressão cerceada. Mas na função que ocupa, externar preferências e ódios partidários e ideológicos é mais do que suspeita. Claro que esse promotor não terá qualquer isenção. Ele é parcialíssimo.  Parece que o Flavinho Bolsonaro pode ficar tranquilo. Seu amigo, seguidor, admirador e correligionário será o “promotor” de seu caso. O Calo não vai abafar tudo. Ele já está abafando. Vida que segue porque “a lei é para todos…”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s