JUÍZA QUE CALUNIOU MARIELLE É CONDENADA

A desembargadora bolsonarista Marília Castro Neves, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, foi condenada por danos morais por ter afirmado, nas redes sociais, que a vereadora Marielle Franco tinha ligação com bandidos e traficantes. Em 2018 a desembargadora, que é bolsonarista e participa de grupos de extrema-direita na internet, escreveu nas redes sociais, logo após o assassinato de Marielle, que a vereadora era “engajada com bandidos” e que tinha sido “eleita pelo Comando Vermelho”.

Processada pela família de Marielle, a desembargadora boslonarista foi condenada por decisão da 21ª Vara Cível do Rio a pagar uma indenização à família. Embora ainda caiba recurso, a condenação de Marília Castro Neves, uma magistrada que deveria dar o exemplo de conduta ao público, mostra como o engajamento político de parte do poder Judiciário vai além de sentenças forjadas em conluio com procuradores. Alguns magistrados atuam criminosamente como milicianos virtuais, como é o caso da desembargadora condenada. Que sirva de exemplo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s