ARAPONGAGEM E MINUTA: OS PASSOS CRIMINOSOS DO GOLPISMO FASCISTA

As revelações feitas pelo senador Marcos do Val, segundo as quais ele, juntamente com Daniel Silveira e Bolsonaro, se reuniram para tramar um golpe de Estado e impedir a posse de Lula, parece ter estrita ligação com a minuta golpista encontrada na casa do ex-ministro bolsonarista Anderson Torres, que já está preso. Em síntese, Marcos do Val revelou que, no dia 7 de dezembro, se reuniu com Bolsonaro e Silveira para tramarem o golpe. Segundo declaração de Marcos do Val, o pretexto seria usar alguma fala comprometedora de Alexandre de Moraes para justificar o golpe, mas para isso alguém teria que ir “colocar o guizo no pescoço do gato”, e essa missão, que segundo Silveira faria de Marcos do Val um “herói” e “salvaria do Brasil”, seria do próprio Marcos do Val. A ideia de Silveira era Marcos do Val marcar uma audiência com o ministro Alexandre de Moraes e, durante a conversa, que seria gravada, provocar Alexandre de Moraes para que ele admitisse ter cometido alguma ilegalidade. Uma vez editado e divulgado o áudio, aí viria o golpe. Então, Lula não tomaria posse e a tal minuta viraria decreto, consumando o golpe fascista que anularia o resultado da eleição e manteria Bolsonaro, ilegal e ilegitimamente, no poder.

Nos prints da conversa entre Daniel Silveira e Marcos do Val, Silveira diz que, além dos três participantes da reunião, apenas mais duas pessoas sabiam da trama golpista. Quem seriam essas outras “duas pessoas”? Com toda certeza isso deverá ser apurado. As revelações bombásticas de Marcos do Val mostram, mais uma vez, as digitais imundas de Bolsonaro em mais uma tentativa golpista e dá possibilidade clara de se fazer uma conexão entre a publicação do áudio que comprometeria Alexandre de Moraes e a edição da minuta golpista que seria feita logo após a divulgação da conversa em que, pensavam eles, Alexandre de Moraes morderia alguma isca. Mas parece que Bolsonaro é que mordeu a isca e esse episódio é mais um dos muitos elementos que poderá levá-lo para o lugar que merece: a cadeia!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s