O BANDIDO BOLSONARISTA QUE QUEBROU O RELÓGIO

Imagem acima: o bandido bolsonarista que, no ataque de 8 de janeiro, quebrou o relógio que D. João VI trouxe para o Brasil em 1808.

Câmeras de segurança do circuito interno dos prédios dos três poderes atacados pelos golpistas bolsonaristas em 8 de janeiro mostram os bandidos a serviço do fascismo destruindo peças de alto valor histórico e artístico. Um dos bandidos destruiu, com golpes de facadas, uma tela de Di Cavalcanti. Esse vagabundo, porém, aparece distante da câmera e não conseguimos ver a cara do canalha.

Já o bandido bolsonarista que destruiu o relógio que pertenceu ao rei francês Luís XIV e que foi trazido para o Brasil em 1808 por D. João VI, fez questão de se exibir. Vestindo uma camisa com a cara do Bolsonaro, o patife derrubou o relógio, de inestimável valor histórico, destruindo a peça. O vagabundo bolsonarista mostrou a cara e, desde o último domingo, esse verme podre a serviço do fascismo bolsonarista está sendo procurado. Cadeia para o bandido!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s