DA TAPIOCA A BOLSONARO, O “UP GRADE” DO CARTÃO CORPORATIVO

Imagem acima: o pequeno restaurante Sabor de Casa, em Roraima. Um restaurante simples, que vendia quentinhas com preços entre 17 e 23 reais e onde Bolsonaro, de uma só vez, gastou mais de 109 mil reais no cartão corporativo.

O ano era 2007. O então ministro do Esporte, Orlando Silva, usou o seu cartão corporativo para comprar uma tapioca. O valor gasto na compra foi de R$ 8,30. É bom escrever por extenso para que não pairem dúvidas: OITO REAIS E TRINTA CENTAVOS foi o valor gasto pelo então ministro de Lula no cartão. Lembro-me que Orlando Silva foi execrado e atacado por todos aqueles que hoje vestem o abadá de fascista amarelo, querem dar golpe e que, quando Bolsonaro assumiu diziam que “a mamata acabou”. A mamata acabou com Bolsonaro?

A abertura do sigilo dos gastos de Bolsonaro com o cartão corporativo prova que Bolsonaro não estuprou apenas a saúde, a educação, o meio ambiente, a diplomacia, as artes, os direitos trabalhistas. Bolsonaro estuprou também o cartão corporativo. “Esse merece ser estuprado”, deve ter pensado Bolsonaro. Os gastos são nababescos, assustadores, revoltantes e mostram por eles mesmos porque Bolsonaro queria que só vissem 100 anos depois a farra que ele fez. Mas como o Mané perdeu a eleição, agora ficamos sabendo que:

  1. Bolsonaro gastou, nos 4 anos de seu desgoverno com o cartão corporativo a “bagatela” de R$ 27 milhões e 600 mil reais, o que daria para comprar 3.325.301 tapiocas que o Orlando Silva comprou;
  2. No dia 26 de maio de 2019, Bolsonaro gastou em uma padaria no Rio de Janeiro, 55 mil reais. Convertendo em tapiocas, Bolsonaro comprou, em um mesmo dia, 6.626 tapiocas que o Orlando Silva comprou;
  3. Em um mercadinho chamado “La Palma”, que fica em Brasília, Bolsonaro comprou comidas e bebidas importadas no valor total de 678 mil e 900 reais, ou seja, Bolsonaro comprou, de uma só tacada, 81.795 tapiocas;
  4. Em um mesmo dia, Bolsonaro gastou 109.266 reais em um pequeno restaurante em Boa Vista, Roraima. O restaurante vende marmitas com preços que variam entre 17 e 23 reais. Ou seja, tomando-se por base o preço mais alto, Bolsonaro comprou 4.739 marmitas num mesmo dia, o que equivale a 13.164 tapiocas;
  5. Os gastos incluem 6.495,60 em sorvetes, ou seja, 782 tapiocas.
  6. Só para não nos alongarmos, pois a lista completa foi divulgada, até o “velho da Havan” foi contemplado. Há registro de compras com o cartão corporativo na Loja Havan, de seu apoiador fantasiado de papagaio.

Abaixo, reproduzimos a lista completa dos gastos do governo Bolsonaro com o cartão corporativo. Que “up grade”! E haja tapioca!

Veja os gastos do cartão corporativo do ex-presidente Jair Bolsonaro

Alimentação: R$ 10.295.371,75
Serviços de apoio administrativo, técnico e operacional: R$ 15.38.464
Hospedagem: R$ 13.669.149
Locações de bens móveis: R$ 699.775
Posto de combustível: R$ 668.824,60
Produto de limpeza: R$ 207.975,20
Locação de imóveis: R$ 69.097,25
Locação de máquinas e equipamentos: R$ 64.058,50
Material de copa e cozinha: R$ 50.394,26
Material de acondicionamento e embalagem: R$ 49.008,87
Combustíveis e lubrificantes para outras finalidades: R$ 45.423,85
Farmácia: R$ 42.250,51
Despesas com excesso de bagagem: R$ 31.440
Material de cama, mesa e banho: R$ 17.822,94
Serviços de telecomunicações: R$ 13.082,60
Material para festividades: R$ 12.944,81
Exposições, congressos e conferências: R$ 11.226,58
Material de proteção e segurança: R$ 9.484,98
Manutenção de veículos: R$ 8.910,19
Festividades e homenagens: R$ 8.800,50
Navios e embarcações: R$ 7.819,46
Telefonia: R$ 7.592
Reforma e construção: R$ 5.722,95
Comunicação de dados e redes: R$ 5.469
Serviços gráficos: R$ 5.450,49
Passagens e despesas com locomoção: R$ 4.610
Material de expediente: R$ 3.968,71
Material hospitalar: R$ 3.570,08
Locação de meios de transportes: R$ 31.523
Material elétrico e eletrônico: R$ 3.072,23
Móveis e decoração: R$ 3.052,40
Gás engarrafado: 2.526,30
Uniformes, tecidos e aviamentos: R$ 2.477,30
Taxas: R$ 2.126,04
Material de processamento de dados: R$ 2.117,30
Pet shop: R$ 1.809,94
Material químico: R$ 1.799,65
Pedágio: R$ 1.586,39
Assinaturas: R$ 1.475,60
Material esportivo: R$ 1.286,48
Mecânico: R$ 1.260
Ferramentas: R$ 1.055,48
Material para áudio, vídeo e foto: R$ 952
Frete e transportes de encomendas: R$ 880
Material para comunicações: R$ 800
Serviços domésticos: R$ 709,46
Material de sinalização: R$ 686,70
Serviços de comunicações: R$ 679,95
Limpeza e conservação: R$ 660
Confecção de bandeiras: R$ 480
Estacionamento: R$ 414
Materiais e medicamentos para uso veterinário: R$ 201,80
Material de caça e pesca: R$ 176,50
Banca de jornal e livraria: R$ 111
Material laboratorial: R$ 29,98

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s