BOLSONARISTA ASSASSINO E GLOBO SEM-VERGONHA!

“Bolsonaro amplia publicidade para Globo e deixa apoiador fiel em parafuso.” (Manchete do site Yahoo Notícias, em 4 de julho de 2022).

Ontem recebemos com repugnância a notícia do assassinato do petista Marcelo Arruda pelo bolsonarista Jorge Guaranho, em Foz do Iguaçu. O assassino bolsonarista invadiu a festa de 50 anos do petista, gritou “Aqui é Bolsonaro” e disse que “mataria todos os petistas”. A vítima, que era guarda civil, reagiu, mas foi morta. O bolsonarista foi alvejado e está no hospital. Inicialmente foi noticiado que ambos teriam morrido. Vídeos e depoimentos de testemunhas circularam durante todo dia e não há dúvidas de que o ódio político incentivado por Bolsonaro foi decisivo para mais esse crime bárbaro dos fascistas.

À noite, o programa Fantástico, da Rede Globo, ao noticiar o assassinato, fez uma chamada tão repugnante quanto o próprio assassinato. Disse a Globo, em horário nobre do domingo:

“Daqui a pouco, tesoureiro do PT é assassinado, não se sabe se por motivos políticos“. (O grifo é nosso).

Acreditem: vocês não estando tendo nenhuma alucinação visual e ontem os telespectadores do Fantástico não estavam tendo nenhuma alucinação auditiva. A Globo, mesmo depois de toda repercussão do assassinato cometido pelo fascista bolsonarista, que gritava que “mataria todos os petistas”, teve a sem-vergonhice de duvidar, em sua chamada, se o brutal homicídio teve motivações políticas.

É provável que a chamada sem-vergonha da Globo já seja resultado da injeção de grana que Bolsonaro revolveu dar na besta do Jardim Botânico. Na semana passada, foi noticiado que Bolsonaro aumentou generosamente as verbas de publicidade do governo na Globo. O aumento foi da ordem de 75%. Para quem chamava a Globo de “globolixo” e chegou até a prometer não renovar a concessão da emissora, o aumento expressivo de grana para a família Marinho tem uma motivação (e esta é política): a Globo suavizaria o discurso contra o Bozo. Dito e feito.

Ontem, a Globo foi tão criminosa quanto o assassino fascista-bolsonarista. Ao tentar confundir as pessoas e duvidar a motivação política do assassinato, a Globo colaborou com Bolsonaro. Certamente, a emissora dos Marinhos também dirá que o drone que lançou fezes contra os petistas em Uberlândia e a bomba que explodiu na Cinelândia, durante o comício de Lula, podem não ter, também, motivações políticas.

A Globo não é o SBT e não tem o Sílvio Santos, mas uma coisa é certa: lá, o principal programa deve ser o “Topa tudo por dinheiro”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s