O CRIME DE BOLSONARO CONTRA A UFRJ

“UFRJ desenvolve teste que identifica coronavírus em menos de uma hora e por 30 reais”. (Publicado no site da Decania do Centro de Tecnologia da UFRJ, em 15 de julho de 2021).

“UFRJ promove ações contra varíola dos macacos. Iniciativa realizará testagem e acompanhamento de casos da doença.” (Publicado no site Conexão UFRJ, em 30 de maio de 2022).

Mais uma vez a UFRJ está ameaçada pelos cortes criminosos de verbas anunciado pelo governo fascista de Jair Bolsonaro. O ódio de Bolsonaro contra universidade federais, cientistas e pesquisadores parece não ter fim. A UFRJ, maior universidade federal do país e com mais de cem anos de existência, mais uma vez está ameaçada até mesmo de fechar, caso se consume a sanha estúpida e criminosa de Bolsonaro de cortar mais verbas da universidade. Agora, o governo fascista acaba de anunciar o corte de 14% de verbas da Educação, o que ocasionará o corte de 24 milhões na UFRJ. Os cientistas que ali trabalham dependem das verbas para que possam continuar seus estudos e pesquisas em prol da sociedade. Só para exemplificar, foram cientistas da UFRJ que desenvolveram o teste que identifica a Covid-19 em menos de uma hora e, atualmente, são eles que estão realizando estudos e pesquisas (inclusive testagem) para acompanhar a evolução da varíola dos macacos. E é exatamente a essa instituição, patrimônio da ciência e da pesquisa nacionais, que Bolsonaro e seu governo criminoso impõe uma asfixia financeira que pode levar não apenas à interrupção das pesquisas, mas ao fechamento da própria universidade. A reitora da UFRJ, professora Denise Pires de Carvalho, pede socorro e já avisou que, caso o corte orçamentário seja mantido, não haverá dinheiro nem para pagar as contas de luz e água. Mais um crime de Bolsonaro contra a UFRJ! Tudo em nome do cumprimento da “meta fiscal” do governo. Mentira! É opção, é escolha, é o abandono deliberado de um governo que sempre odiou a ciência, a educação e cultura. O abandono e sucateamento das universidades federais é projeto desse governo criminoso e seus apoiadores já falam até em acabar com a universidade pública e gratuita.

Enquanto isso, para a farra do orçamento secreto, que colocou o cofre nas mãos dos aliados de Bolsonaro do Centrão, não existe “ajuste fiscal”. Também não existe “ajuste fiscal” para os quartéis comprarem viagra e prótese peniana para seus oficiais. Também nunca houve “ajuste fiscal” para a farra que os pastores corruptos faziam, deliberadamente e com ordem do Presidente (segundo o próprio ex-ministro da Educação), com as verbas do MEC.

O que Bolsonaro vem fazendo com as universidades federais de um modo geral, e com a UFRJ em particular, é crime de lesa-pátria. Quando deixar a presidência, esse elemento deve deve responder por mais esse crime.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s