CADEIA PARA EDUARDO BOLSONARO!

No dia 31 de março de 2018, quando Bolsonaro e seus cúmplices comemoravam o golpe e a ditadura militar instalada em 1964, escrevíamos:

“Miriam” era o nome de uma cobra usada pelos torturadores, na época da ditadura militar, para infligir tortura psicológica, especialmente nas mulheres. Era comum muitas presas políticas passarem a noite na companhia do réptil batizado com o bonito nome de “Miriam”, em um cubículo que mal dava para esticar as pernas. Ironicamente, a jornalista Miriam Leitão, mesmo estando grávida de um mês,  foi uma das vítimas da tortura durante a ditadura militar e teve, ainda, a infelicidade de conhecer pessoalmente a sua xará, a cobra “Miriam”, e passar um bom tempo em sua companhia. Havia também o uso de jacarés nas sessões de torturas. O coronel Paulo Malhães, conhecido como “Dr. Pablo”, era o seu maior algoz. Isso, sem falarmos nos ratos que eram enfiados vivos nas vaginas das presas políticas pelo coronel Brilhante Ustra, o “herói do Bolsonaro”.

Ontem, a jornalista Miriam Leitão escreveu em sua coluna no Globo, referindo-se à democracia, que “Lula e Bolsonaro são bem diferentes”, acrescentando que “Bolsonaro é um perigo para a democracia”. Então, o delinquente, canalha e patife Eduardo Bolsonaro resolveu debochar da tortura sofrida por Miriam Leitão. No Twitter, o delinquente fascista escreveu: “Ainda com pena da cobra”, sendo que, na postagem, o animal é representado por um emoji. É repugnante. É criminoso. É nauseante. Eduardo Bolsonaro mostra que é exatamente igual a seu pai, outro defensor da tortura e dos torturadores. Cassar o mandato de Eduardo Bolsonaro por quebra de decoro é pouco. Esse bandido fascista tem que ir parta a cadeia. Debochar de quem sofreu torturas na época da ditadura militar, ainda mais em se tratando de uma mulher grávida, é o mais abjeto dos comportamentos que alguém pode ter. Eduardo Bolsonaro mostrou ser imundo, um lixo, um canalha e criminoso que deveria ser permanentemente afastado do convívio humano. Apologia à tortura é crime. Debochar de uma mulher grávida que sofreu tortura na ditadura que ele e sua família miliciana defendem é crime. Cadeia para esse lixo fascista!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s