O REVERENDO CAGÃO

No governo em que o “presidente” diz que caga, também temos um reverendo cagão. Trata-se do religioso que recebeu a delegação do governo Bolsonaro para negociar vacinas, o reverendo Amilton de Paula. O reverendo, enrolado como o governo que lhe deu essa missão, também é covarde e cagão e já arranjou pretexto para fugir da CPI, onde ele deveria explicar como que “negociou” vacinas. Amilton de Paula não perdeu tempo e já tratou de arrumar um atestado médico para não comparecer à CPI na quarta-feira, 14 de julho. O reverendo recebeu a missão de negociar 400 milhões de doses da AstraZeneca. Mas agora ele não quer cumprir a missão de explicar ao povo como foi a tal “negociação”.

Esse reverendo é mais um que foge da responsabilidade. Covarde como seu chefe, ele não quer responder pelos seus atos e recorre a desculpas esfarrapadas. Está na cara que o tal “atestado” é uma desculpa fajuta. Em um governo que o presidente diz que “caga”, nada mais coerente do que um reverendo cagão. Tudo, certamente, em nome de “Deus”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s