GENERAL “COVARD-17” VAI VIRAR BOI DE PIRANHA

Eduardo Pazuello, o general trapalhão, submisso e ancilar de Bolsonaro, aceitou a missão de ser um joguete nas mãos do presidente genocida e chancelar todas as insanidades e atrocidades do fascista. Se desmoralizou e, de quebra, sua subserviência a serviço do bolsonarismo respingou no próprio Exército, que agora faz de tudo para descolar a imagem da instituição do general “obediente”.

Pazuello deveria depor na última quarta-feira. Covarde, inventou uma desculpa esfarrapada para não enfrentar as perguntas dos senadores e, enquanto isso, vai sendo adestrado para dar suas respostas. Mas além de ter que enfrentar a CPI do genocídio, se não fugir novamente, parece que o general fujão ainda vai virar o boi de piranha do Bolsonaro. Hoje está sendo noticiada a expectativa do depoimento do ex-secretário de Comunicação Fábio Wajngarten. Isso porque, pelo que já foi divulgado, Wajngarten vai tentar livrar a pele de Bolsonaro e jogar toda a responsabilidade para cima do “general logístico sem logística”. A notícia de que Wajngarten irá implodir o general covarde e poupar Bolsonaro foi dada pela jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo. Segundo foi apurado pela jornalista, Wajngarten dirá que o fracasso na aquisição das vacinas foi do general fujão e não de Bolsonaro.

Uma vergonha. Depois de “logístico sem logística”, “obediente a quem manda”, ” “covard-17” e “fujão”, o general Pazuello, ao que tudo indica, também será o “boi de piranha do Bolsonaro”. Triste fim. O Exército Brasileiro não merecia esse traste!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s