LEITE CONDENSADO, EMPRESAS EVAPORADAS

Parece que os 45 milhões gastos pelo governo em leite condensado são apenas o início de mais uma longa história de ilicitudes do governo Bolsonaro. Porque, ao que tudo indica, as empresas que venderam as quantidades nababescas do acepipe matinal do Bozo evaporaram. Em nova reportagem do jornalista Guilherme Amado, as empresas que teriam sido as fornecedores do leite condensado ficam em endereços paupérrimos, estão quase que vazias e são totalmente desconhecidas por seus vizinhos. A reportagem, publicada na revista Época, constatou que uma das empresas “funciona” com as salas totalmente vazias. Como se não bastasse, as empresas também não aparentaram possuir funcionários, não possuem placas de identificação e não são sequer notadas pela vizinhança. Mas abiscoitaram 45 milhões do governo. Uma delas, inclusive, está com o interfone quebrado. Onde já se viu uma empresa comercial ficar sem interfone? Será que é para não ser “incomodada” pelos clientes?

Pelo visto, o leite condensado foi comprado por empresas que evaporaram. Talvez estejam em algum “céu de brigadeiro”…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s