TEMER MINISTRO DO BOZO?

“Temer já roubou muita coisa aqui, mas o meu discurso não vai roubar não”. (Jair Bolsonaro, em 20 de fevereiro de 2018).

Uma mudança poderá ocorrer em breve no primeiro escalão do desastroso governo Bolsonaro. O golpista Michel Temer poderá tornar-se o novo ministro das Relações Exteriores, no lugar do escalafobético e energúmeno Ernesto Araújo. Ele já teria até sido sondado por assessores diretos de Bolsonaro, que lhe acenaram a proposta de assumir o comando do Itamaraty. A notícia da possibilidade de Temer assumir o Ministério das Relações Exteriores vem, desde ontem, sendo noticiada por várias mídias digitais. Hoje o jornalista Lauro Jardim confirmou a sondagem em sua coluna.

A entrada de Temer no governo fascista de Bolsonaro teria duas finalidades: a primeira seria usar Temer e suas “habilidades políticas” para destravar a articulação do governo com o Congresso e com partidos políticos. E também, como chanceler, fazer a ponte para as futuras relações com o presidente eleito dos EUA, Joe Biden. Essa segunda missão que seria dada a Temer mostra que Bolsonaro, além de cair na real em relação à derrota de seu ídolo Donald Trump, mostra que não há ninguém do seu núcleo capacitado para as futuras relações com os EUA.

Depois de se ajoelhar ao Centrão e estar comendo nas mãos das prostitutas do Congresso, agora Bolsonaro vem pedir socorro àquele que um dia chamou de ladrão. Centrão, Temer e Bolsonaro: tudo a ver em nome da “nova política” na qual os patos amarelos acreditaram. “Tem que manter isso, viu?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s