ABIN PARALELA: BEBIANNO AVISOU

No dia 2 de março de 2020, pouco antes de falecer, Gustavo Bebianno, ex-ministro que havia sido escorraçado do governo Bolsonaro, participou do programa Roda Viva, onde fez acusações seríssimas. Na ocasião, Gustavo Bebianno revelou que Carlos Bolsonaro (o pivô de sua saída do governo) havia sugerido que Bolsonaro criasse uma “ABIN paralela”. Bebianno também falou que um policial federal faria parte dessa tal “ABIN paralela”. Mas Bebianno não chegou a falar o nome do tal policial federal. Doze dias depois de sua participação no Roda Viva, Bebianno faleceu e, com ele, foi-se um arquivo valiosíssimo.

Hoje mais um crime escandaloso do governo Bolsonaro é revelado: a ABIN foi usada para proteger Flávio Bolsonaro nos inquéritos em que é investigado por desvio de dinheiro público, lavagem de dinheiro, corrupção e formação de quadrilha. Dois relatórios foram elaborados pela ABIN com a finalidade de auxiliar a defesa de Flávio, em um dos crimes mais graves dos muitos praticados pelo governo Bolsonaro. A descoberta dos relatórios da ABIN em defesa de Flávio comprova o que Bebianno havia falado em março: a tal “ABIN paralela” do Bolsonaro foi mesmo criada. Mas não é só. Uma reportagem publicada hoje pelo The Intercept informa que uma fonte da ABIN forneceu mais detalhes sobre mais esse escandaloso crime do governo Bolsonaro. Segundo a fonte mencionada na reportagem do The Intercept, os relatórios teriam sido elaborados por Marcelo Bormevet. E quem é Marcelo Bormevet? Trata-se de um policial federal que foi cedido à ABIN. Mas não é só. Bormevet é bolsonarista declarado e ocupa um posto estratégico na ABIN. Ele tem grandes ligações com o clã Bolsonaro, porém é mais ligado ao Carlos Bolsonaro, vulgo “Carluxo”.

Comparando o que Bebianno disse em março no programa Roda Viva com os fatos que hoje vêm à tona, não é necessário sequer ligar os pontinhos. Já está tudo desenhado. Agora, resta saber se o Procurador-Geral da República, Augusto Aras, nomeado por Bolsonaro sem sequer constar na lista tríplice, irá cumprir sua função, zelando pelo Estado Brasileiro e pela democracia, ou se fará o papel de engavetador dos escândalos de Bolsonaro, família e comparsas. Bebianno avisou. Cabem agora as providências da PGR, da Justiça e do Congresso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s