OS ÓRFÃOS DO MARRECO

“Moro é pressionado pela família a sair do Brasil e ficar longe da política.” (Notícia publicada na Folha on line, em 5 de outubro de 2020).

A notícia foi dada pela jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo: o ex-juiz, ex-ministro bolsonarista da Justiça, ex-futuro ministro do STF e ex-herói dos bolsominions Sérgio Moro deverá sair do Brasil e desistir de qualquer projeto político.

Moro entrou para a história por ter condenado Lula, tirando o ex-Presidente da disputa eleitoral e colaborando decisivamente para a eleição de Bolsonaro, do qual foi ministro da Justiça, depois de ter abandonado a magistratura e aceito o cargo, com a promessa de ser indicado ao STF. Mas também já entrou para a história pelo escândalo da Vaza Jato, quando um trabalho de investigação jornalística do The Intercept Brasil escancarou os subterrâneos de sua atuação como juiz: ele foi um juiz parcial, político e atuou em conluio com procuradores para condenar Lula e favorecer a vitória da extrema-direita.

Como ministro da Justiça, caiu no conto do vigário: foi usado e descartado como lixo por Bolsonaro e, depois de deixar o governo fascista que ajudou a levar ao poder, caiu no ostracismo. Tonou-se articulista do site direitista O Antagonista. E agora, quase que como um fim de linha, vê um desembargador, com influência do “Centrão”, ser indicado para a vaga de ministro do STF que um dia seria sua. Pior: o indicado é um “garantista” que não comunga com os métodos do “lavajatismo”. Perdeu de novo!

De acordo com a jornalista Mônica Bergamo, Moro deverá trabalhar dando aulas de Direito em outro país, ficando assim longe da política e de qualquer projeto para disputar a Presidência da República. Segundo a reportagem a mulher de Moro, dona Rosângela, afirmou que o marido “já deu a contribuição que tinha que dar ao país”. E Bolsonaro, com certeza, agradecerá para sempre essa grande “contribuição”.

Deixando o Brasil e desistindo de qualquer projeto de disputa à Presidência da República, Moro deixará órfãos. Merval Pereira e Diogo Mainardi já devem estar à procura de um outro candidato. O eleitorado morista que votou no Bolsonaro e também caiu no conto do vigário terá igualmente que encontrar um novo herói. Enquanto isso, que embalem o Mateus, ou melhor, o “Messias” que ajudaram a parir!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s