“KIT GAY” E EDUCAÇÃO MORAL E CÍVICA RESSURGEM EM DEBATE NO RIO

Marcelo Crivella e Luiz Lima. O que eles possuem em comum, além de serem candidatos a prefeito do Rio de Janeiro? Ambos estão querendo o apoio de Bolsonaro, que oficialmente ainda não se manifestou. Mas há um outro aspecto em comum entre os dois candidatos. Os dois estão recorrendo a pautas surradas para atrair o eleitorado bolsonarista. Tudo aconteceu no debate da TV Bandeirantes, o primeiro entre os candidatos a prefeito.

Primeiro foi o Crivella, que ressuscitou o famigerado “kit gay”, uma das maiores mentiras da campanha bolsonarista em 2018. Infelizmente deve existir alguém, em pleno Rio de Janeiro e em pleno século XXI, que ainda acredite nessa sandice, senão Crivella não a traria de volta.

Luiz Lima foi mais longe e recorreu aos tempos da ditadura militar, quando afirmou no debate que “tem que ter Educação Moral e Cívica nas escolas.” Educação Moral e Cívica, a matéria imposta pelos governos da ditadura militar para tornar o aluno acrítico, obediente e supostamente “patriota”. Era uma matéria condicionadora, em que os livros tinham até régua de instrução programada para que o aluno memorizasse mecanicamente as respostas. Tudo dentro do modelo fascista de escola.

Parece que no Rio de Janeiro teremos uma disputa paralela entre Crivella e Luiz Lima pelo eleitorado de Bolsonaro. O “kit gay” e a Educação Moral e Cívica já ressurgiram. A “mamadeira de piroca” ainda não apareceu. Mas, pelo visto, certamente não irá tardar a entrar em campo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s