NÃO AO PERDÃO BILIONÁRIO AOS MASCATES DA FÉ!

O assunto é déficit público e ajuste fiscal. Toda hora o governo diz que o rombo é bilionário. Então, fizeram a reforma da previdência para tirar direitos de trabalhadores, que terão que trabalhar mais e pagar mais para se aposentarem. Também cortaram gastos na saúde e educação. Cortaram bolsas de pesquisa científica. Congelaram salários dos servidores. Cortaram verbas de fiscalização ambiental. E agora a bola da vez é, de novo, os servidores públicos. Tudo para cortar direitos, demitir e reduzir despesas.

No meio de tudo isso, surge o deputado federal David Soares, do DEM. Davi Soares é filho do pastor televisivo R.R. Soares, dono da Igreja Internacional da Graça de Deus. A Igreja de R.R. Soares deve mais de 111 milhões ao governo. Mas não é a única. A Igreja Mundial do Poder de Deus, do “apóstolo” Valdemiro Santiago, aquele que vende tijolos de plástico e águas milagrosas, deve mais de 72 milhões. Só para citar algumas. Então, o filho do pastor R.R. Soares apresentou a proposta de perdoar as dívidas das igrejas que, somadas, chegam à casa de 1 bilhão. E o Congresso aprovou essa criminosa proposta, que isenta de milionários impostos igrejas que possuem arrecadações milionárias explorando a fé, realizando sessões de charlatanismo e curandeirismo e vendendo relíquias inventadas por seus líderes picaretas. A bancada evangélica e o “Centrão” – sempre ele! – deram apoio maciço a esta criminosa isenção, que é um verdadeiro crime de lesa-Pátria!

Fico imaginando, por exemplo, a igreja da Flordelis, cuja líder está envolvida em assassinato, envenenamento, formação de quadrilha bacanais com direito a incesto, tudo usando a igreja como escudo, sendo perdoada de suas dívidas, enquanto a saúde, cultura, educação e ciência sofrem cortes no orçamento.

Agora, cabe a Bolsonaro vetar ou sancionar esse absurdo descabido. Os mascates da fé já estão lambendo os beiços e todos são apoiadores do Bolsonaro. Seria bom que o Paulo Guedes, que chamou os servidores públicos de “parasitas” e “assaltantes”, proferisse algum adjetivo para definir os pastores picaretas que já exploram a fé de seus fiéis e agora querem saquear os cofres públicos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s