EM 1993 QUEM ENTROU NA PORRADA FOI ELE

O “valentão”, “atleta” e “ameaçador” Jair Bolsonaro que, mesmo depois de velho, diz que vai “encher jornalista de porrada” talvez não tenha cacife para fazer ameaças, muito menos para realizá-las. Em 1993, uma nota publicada no “Informe JB”, uma seção do antigo Jornal do Brasil, e intitulada “Sexo Federal”, informava que Bolsonaro, mesmo ainda na flor da idade e com todo o vigor físico, levou porrada de um outro capitão do Exército.

Na ocasião o Jornal do Brasil informava que o escândalo seria destaque da revista Interview, com uma matéria intitulada “Gandaia Federal”. A matéria dava conta de que um capitão do Exército, cuja mulher trabalhava no gabinete do então deputado Jair Bolsonaro, encolerizado por uma crise de ciúme, invadiu as dependências da Câmara dos Deputados e deu uma surra no Bolsonaro, deixando-o com o olho roxo. Se o “valentão”, ainda novo e mesmo sendo “atleta”, entrou na porrada, imagina depois de velho!

Um comentário sobre “EM 1993 QUEM ENTROU NA PORRADA FOI ELE

  1. Jam Cojac

    Bundão, cagão, mijão, covarde, é assim que são de verdade os valentões que são agressivos e machões quando estão armados ou quando têm um bando de seguranças lhes dando cobertura. São na verdade seres insignificantes, a verdadeira ralé da espécie humana, mentes podres ocupando espaço em corpos humanos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s