AVIÃO DA FAB DEU CARONA A CRIMINOSOS

“O avião da FAB foi usado para transportar criminosos.” (Procurador Paulo de Tarso Moreira Oliveira).

Praticar garimpo em terras indígenas é inconstitucional e criminoso. Portanto, se um avião da Força Aérea Brasileira transportou quem praticou garimpo em terras indígenas, então o avião da FAB transportou criminosos. A conclusão é do procurador Paulo de Tarso Moreira Oliveira.

Mai uma vez Bolsonaro e seu governo desonram as Forças Armadas o que, aliás, parece ser sua especialidade, “além de matar”, como ele próprio já declarou. E a pandemia está aí para corroborar. Dessa vez, novamente, o ato criminoso envolve um avião da FAB. Depois de transportar cocaína e ser retido na Espanha, agora um avião da FAB é acusado de transportar garimpeiros ilegais, ou seja, criminosos. A aeronave da Força Aérea Brasileira teria dado uma “carona” para garimpeiros ilegais do Pará até Brasília. Tudo sob a coordenação e o apoio do “passador da boiada”, o ministro do “desmatamento e destruição ambiental”, Ricardo Salles.

Salles afirma que o avião teria transportado lideranças indígenas da etnia Mundukuru para uma reunião em Brasília, mas as liderança indígenas negam. Aqueles que embarcaram na carona do avião da FAB seriam, segundo os indígenas, garimpeiros ilegais e, portanto, criminosos. E essa também é a afirmação do Ministério Público.

Mais uma vez o governo Bolsonaro coloca as Forças Armadas na berlinda de escândalos. Na verdade, ele nunca honrou a farda que vestiu. Comandando atos terroristas quando na ativa, planejou ataques a bombas nos quartéis pelo aumento de soldo. Foi chamado até por Geisel de “mau militar” e saiu do Exército pelo esgoto, após inquérito militar.

Em seu governo, envolveu o Exército em manifestações antidemocráticas, que pediam o fechamento do Congresso e do STF. Em seu governo, militares da ativa, que são ministros, já ameaçaram os poderes constituídos. Em seu governo, um avião da FAB (o presidencial) foi flagrado transportando cocaína. Em seu governo, um general da ativa, que nada entende de saúde pública, assume a pasta em plena pandemia, jogando o nome do Exército na responsabilidade pelas mortes. E agora, mais uma vez, seu governo lança a FAB na lama, com um avião da Força Aérea transportando criminosos.

Bolsonaro jamais honrou as Forças Armadas. Engana-se quem pensa o contrário. Ele sempre desonrou e envergonhou o Exército. Agora, como Presidente, faz os bons militares (e não os maus, como foi ele) se envergonharem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s