OS CHEQUES DA “MICHEQUE”

Em dezembro de 2018, quando começaram a aparecer os depósitos feitos por Queiroz na conta de Michelle Bolsonaro, o então Presidente eleito, Jair Bolsonaro, justificou os depósitos afirmado que os mesmos tratavam-se da devolução de um empréstimo de 40 mil reais que havia feito ao seu “amigo”.

Porém ontem, dois veículos midiáticos que nada têm de esquerdistas, a revista digital Crusoé e o jornal Folha de São Paulo, revelaram as transações subterrâneas envolvendo as famílias Queiroz e Bolsonaro. O tal “empréstimo” de 40 mil feito por Bolsonaro a seu “amigo” foi algo de deixar qualquer agiota com inveja. Porque, com a enxurrada de cheques depositados na conta de Michelle Bolsonaro, os 40 mil transformaram-se em 89 mil. Sei que Bolsonaro é fascista, racista, misógino, homofóbico, machista, defensor da tortura, incompetente, iletrado. Mas agiota eu não sabia que ele era. E isso é porque o Queiroz é “amigo”.

Porém, as reportagens publicadas ontem pela revista Crusoé e pela Folha de São Paulo mostraram que não era só o Queiroz que fazia depósitos na conta de Michelle Bolsonaro. A mulher do Queiroz, Márcia Aguiar, que está em prisão domiciliar “cuidando” do marido, também efetuou vários depósitos na conta da primeira-dama. Então, está configurado que era uma transação entre famílias. Falar apenas das relações entre o Flávio Bolsonaro e o miliciano Queiroz é reduzir em muito a abrangência das subterrâneas transações. Mas, vamos aos números:

Queiroz depositou na conta de Michelle 12 cheques no valor de 3 mil cada um e mais 9 cheques que totalizaram 36 mil reais. Valor do montante depositado por Queiroz: 72 mil reais.

Já a mulher do Queiroz, Márcia Aguiar, depositou 5 cheques de 3 mil reais e um cheque de 2 mil reais, totalizando 17 mil reais.

Total geral depositado pela família Queiroz na conta de Michelle: 89 mil reais.

Alguns detalhes que fazem diferença nessa história: trata-se de dinheiro público do gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro que Queiroz e sua mulher movimentavam para favorecer a família Bolsonaro. E, claro, aquela história do tal empréstimo de 40 mil não cola mais. Bolsonaro vai ter que contar outra. Flávio Bolsonaro conseguiu foro privilegiado retroativo. Até agora, Michelle não estava sendo investigada. Mas depois que a enxurrada de cheques apareceu, não tem como a primeira-dama não entrar nas investigações. E, só mais um detalhe que muito se comentava ontem: primeira-dama não tem foro privilegiado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s