PARTIDO NOVO CONTRA OS PROFESSORES

Ontem, em votação histórica na Câmara dos Deputados, a Educação brasileira teve uma de suas maiores vitórias, com a aprovação do novo Fundeb, que tornou-se constitucional e, portanto, permanente, e ainda teve seus recursos aumentados. Mas o Partido Novo, do banqueiro João Amoêdo, apresentou um substitutivo em que pretendia retirar a vinculação de 70% do fundo para pagamento dos profissionais de Educação. É necessário lembrar que grande parte dos salários dos professores pelo Brasil afora é complementado com recursos oriundos desse percentual que o Partido Novo pretendia derrubar.

Porém, o partido do banqueiro João Amoêdo foi fragorosamente derrotado em sua tentativa de agredir os profissionais de Educação. Por 399 votos a 19, a proposta do Partido Novo, que visava prejudicar os professores em seus salários, foi rejeitada.

Aliás, se dependesse do Partido Novo, nem existiria escola pública. E não nos esqueçamos: ontem, além do governo Bolsonaro, o Partido Novo, inimigo dos professores das escolas públicas, também foi derrotado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s