O GEDDEL DO RIO DE JANEIRO

Imagem acima: Edmar Santos, o bandido que assaltou a saúde do Estado do Rio de Janeiro e ainda foi blindado por Witzel , ganhando cargo com foro privilegiado.
Imagem acima: malas de dinheiro encontradas na casa de Edmar Santos, em Itaipava.

Uma verdadeira quadrilha de ladrões e assassinos foi montada na Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro. Ladrões porque desviaram milhões em dinheiro público “comprando”, em empresas fantasmas, equipamentos que nunca chegaram. E assassinos porque o roubo acabou causando a morte de milhares de pessoas acometidas pela Covid-19, que necessitavam, para sobreviver, de equipamentos que nunca chegaram.

Ontem foi preso o ex-secretário estadual de Saúde, Edmar Santos. O subsecretário já estava preso. As evidências são totais e o que vem sendo mostrado chega a ser revoltante. Edmar Santos é acusado de corrupção e organização criminosa e foi preso em sua casa, em Botafogo. Segundo o Ministério Público ele é o comandante das fraudes na saúde na compra de respiradores, que chegaram a ser pagos mas não foram entregues. Nas falcatruas de Edmar Santos, 37 milhões de reais foram desviados do Rio de Janeiro. Foi divulgado um áudio em que Edmar Santos ordena que seja criada uma “lista secreta” de fornecedores. Certamente uma lista fantasma. Edmar Santos começou a mostrar-se muito suspeito quando não respondeu a nenhuma pergunta na comissão da ALERJ, seguindo “recomendação dos advogados”.

Também ontem, em outra residência de Edmar Santos, em Itaipava, foram encontradas malas com dinheiro vivo. A última atualização da contagem do dinheiro, até à 20 horas de ontem, já totalizava 6 milhões de reais. Tudo em espécie. Tudo dentro de malas. Edmar Santos já pode ser considerado o “Geddel do Rio de Janeiro”.

Mas o senhor governador Witzel também tem muito o que explicar. A começar pelo fato de ter tentado blindar o seu ex-secretário bandido. Quando o cerco começou a apertar para Edmar Santos, Witzel o demitiu, mas ao mesmo tempo o blindou, nomeando-o para um novo cargo, apenas para dar-lhe o foro privilegiado. E, por incrível que pareça, o novo cargo que Edmar Santos ganhou era para ser “fiscal” dos hospitais de campanha, cargo em que ele ainda permaneceu por algum tempo. Vergonhoso! Criminoso! Escandaloso!

Ontem a defesa de Witzel conseguiu adiar o seu depoimento sobre a roubalheira na saúde. Mas só por ter blindado Edmar Santos, ele já colocou a sua digital no escândalo. Sem falar do que ainda saberemos. Witzel tem muito o que explicar ao povo do Rio de Janeiro, especialmente aos parentes daqueles que faleceram vitimados pela Covid-19, enquanto seu “homem de confiança” na saúde desviava milhões, matando pessoas.

O bandido Edmar Santos entrará para a história como sendo o “Geddel do Rio de Janeiro”. Enquanto ele roubava e escondia milhões dentro de malas do dinheiro do povo, pessoas morriam por falta de equipamentos. E não nos esqueçamos: tudo faz parte do governo de um ex-juiz que pousou de “xerife” moralizador. E aí Witzel, agora você já conhece o Mário Peixoto? Ou vai pedir direito de resposta como pediu ao Romário?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s