RICARDO ELETRO: CRIME EM FAMÍLIA!

Ricardo Nunes, o fundador da rede de lojas de eletrodomésticos Ricardo Eletro foi preso em São Paulo, acusado de sonegação fiscal (leia-se: roubo de dinheiro público). Ricardo Nunes é daqueles empresários que sempre defendeu a retirada de direitos dos trabalhadores na mesma intensidade em que, junto com sua família, praticava os crimes. Ele é acusado de sonegar, segundo o Ministério Público, 400 milhões de impostos, como ICMS, que eram cobrados dos clientes nas compras mas não eram repassados ao estado de Minas Gerais. Porém, ainda segundo o MP, o procedimento criminoso teria ocorrido em vários estados e, assim, o roubo pode ter passado a casa do bilhão. Além do não repasse de impostos, há ainda a acusação de lavagem de dinheiro. A filha e o irmão de Ricardo Nunes também foram presos. O empresário Ricardo Nunes colocou seus próprios parentes como “laranjas”, registrando imóveis em seus nomes. Tudo em família!

O caso de Ricardo Nunes não é pontual e representa a postura de muitos grandes empresários do país. Eles sonegam impostos e têm dívidas milionárias com a previdência social que não são cobradas. Depois, querem culpar os servidores pela situação caótica das finanças dos estados. Imaginem 400 milhões para os cofres de Minas Gerais! Isso sem falar nos outros estados. Se tudo que esses empresários apoiadores da reforma da previdência e da reforma trabalhista devem fosse pago, não haveria justificativa para sacrificar servidores e trabalhadores de um modo geral. Ricardo Nunes agora está preso. Cadê os outros?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s