APROVAÇÃO DE BOLSONARO LADEIRA ABAIXO

A pesquisa XP divulgada nesta quarta-feira, 20 de maio, não deixa dúvidas: cada vez mais a aprovação ao governo de Bolsonaro cai e o índice de reprovação já chegou a 50%. Além da maior crise de saúde pública vivida pelo país, é necessário esclarecer que a crise econômica precede a pandemia. Antes mesmo do coronavírus, a cotação da bolsa só vinha caindo e o dólar estava nos píncaros. A moeda norte-americana já está batendo na porta dos 6 reais. A crise sanitária e a incapacidade de Bolsonaro de enfrentá-la, além dos desatinos e das ameaças constantes de Bolsonaro à democracia, fizeram com que seus índices de aprovação despencassem. Não faz sentido culpar a pandemia pela queda de aprovação. Ao contrário, em alguns países os chefes de Estado estão crescendo em popularidade pela competência com que estão enfrentando a crise e unindo o país para combatê-la o que não é, absolutamente, o caso do energúmeno, tosco e temerário Jair Bolsonaro.

De acordo com a pesquisa XP, 50% dos entrevistados consideram o governo Bolsonaro ruim ou péssimo (nas pesquisas anteriores esse número era 36% e 40%). Aqueles que consideram o governo ótimo ou bom caiu de 30% para 25% em relação às pesquisas anteriores. Já o percentual dos que consideram o governo regular também caiu e foi para 23% (nas pesquisas anteriores era 30% e 26%).

A mesma pesquisa aponta que 3 em cada 4 brasileiros apoiam o isolamento social, ao contrário de Bolsonaro, o que representa 75%. Esses números mostram que o bolsonarismo não passa hoje de uma bolha fascista que, apesar de barulhenta e arruaceira, cada vez encolhe mais. Bolsonaro não é chefe de Estado ou um líder do qual o país muito precisaria diante da crise. Tornou-se apenas o líder de uma seita de fanáticos e visionários neofascistas.

A militarização do governo e a aliança com os corruptos do “Centrão” são sinais claros da perda de apoio popular de Bolsonaro. Ele tenta segurar-se em uma fração de militares que aceitaram o papel de subserviência, apesar de serem altos oficiais. E a aliança com o “Centrão”dispensa comentários. Talvez o Bozo agora pense que eles são “idealistas e patriotas”. Afinal, o Roberto Jefferson já está até pegando em fuzil para defender o Bolsonaro…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s