BOZO “QUERIA O RIO” – E JÁ RECEBEU…

“Quero o Rio.” (Jair Bolsonaro, em uma das mensagens entregues por Sérgio Moro à Polícia Federal).

Está em curso a investigação sobre a intervenção política de Bolsonaro na Polícia Federal. Tudo começou com a delação do ex-herói dos bolsonaristas, Sérgio Moro. O marreco abriu o bico em um depoimento de 8 horas na Polícia Federal e teria entregue as provas que diz possuir. Bolsonaro queria interferir na Polícia Federal para proteger seus filhos e aliados. Especialmente as Superintendências do Rio de Janeiro e Pernambuco eram de seu interesse. Na do Rio de Janeiro, investigações sobre as “rachadinhas” de Flávio Bolsonaro teriam financiado construções ilegais de milicianos. E, em Pernambuco, as investigações sobre o “laranjal” do PSL evidenciariam as falcatruas de sua campanha presidencial.

Em uma das mensagens entregues pelo agora delator Sérgio Moro, Bolsonaro teria dito: “Quero o Rio”, deixando claro que pretendia ter alguém na Superintendência do Rio de Janeiro que blinde o seu filho. A informação foi divulgada pelo site ultra-direitista O Antagonista, que atua como porta-voz de Moro junto com as Organizações Globo. Hoje Bolsonaro nomeou o novo diretor geral da Polícia Federal, Rolando Souza. Coincidência ou não, o primeiro ato do novo diretor foi trocar a chefia da Superintendência do Rio de Janeiro. Ele queria o Rio. E já recebeu. Aguardemos Pernambuco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s