MORO EXIGIU PENSÃO ILEGAL

“Faça a coisa certa.” (Slogan da campanha do Ministério da Justiça, criado por Moro em sua gestão).

A “delação premiada” feita por Sérgio Moro, quando mostrou os crimes cometidos pelo seu ex-chefe Bolsonaro, na última sexta-feira, trouxe também uma confissão: o “herói sem nenhum caráter” (não confundir com Macunaíma, este sim, herói nacional!) confessou que, para aceitar o cargo de Ministro da Justiça, exigiu uma pensão para sua família, caso lhe acontecesse alguma coisa. Mesmo sabendo que a pensão era ilegal, até porque foi mantida em sigilo, Moro ainda teve o descalabro de dizer que essa foi “a única” exigência” feita para que aceitasse o cargo de ministro no governo fascista. Como se fosse pouca coisa. “Faça a coisa certa?” Só se for uma extensão daquele antigo e conhecido ditado: “Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”.

Moro sabia das consequências ao deixar de ser juiz para aceitar o cargo no governo Bolsonaro. Ao sair da magistratura, largou para trás muitos benefícios imorais, embora legais. Se ele queria uma pensão para sua família temendo ser assassinado, que fizesse um seguro de vida. Ou que contratasse uma previdência privada. Ou até contribuísse com o INSS. Afinal, ele apoiou a reforma da previdência.

Exigir uma pensão ilegal e imoral, por debaixo dos panos, é um crime em que Moro e Bolsonaro foram comparsas. Até porque, sabe-se lá como, a tal pensão seria concedida. Caso contrário, Moro não assumiria a pasta da Justiça. Pensão ilegal sangrando os cofres públicos, surgida de um acordo de um que dizia que “a mamata ia acabar” e outro que implantou no seu ministério o slogan “faça a coisa certa” dá mesmo o tom do consórcio patife que foi a aliança Moro-Bolsonaro. No barraco iniciado na última sexta-feira, o “mito” e o “herói” estão trocando seríssimas acusações. Mas a tal da pensão especial para a família do Moro, esse foi um crime de co-participação. Que seja apurado. “A mamata vai acabar?” “Faça a coisa certa?” Não, primeiro, faz-me rir…

Um comentário sobre “MORO EXIGIU PENSÃO ILEGAL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s