STF ENQUADRA O BOZO

Não teve soldado nem cabo. E o STF, em sessão realizada através videoconferência, impôs uma fragorosa derrota ao projeto fascista e genocida de Bolsonaro e seus comparsas de dentro e de fora do governo. Por decisão unânime o STF decidiu atribuir a Estados e Municípios o poder para tomarem medidas locais sobre isolamento social e atividades que poderão ou não ser suspensas. Estava em votação a Medida Provisória que concentrava nas mãos de Bolsonaro todos os poderes referentes à pandemia. Com isso Bolsonaro queria, na prática, acabar com o isolamento social. Mas o STF acabou confirmando os poderes de Estados e Municípios.

Gilmar Mendes chegou a acrescentar, em seu voto, a afirmação que sintetiza a enquadrada que o fascista e seus repugnantes seguidores levaram:

“Bolsonaro tem poderes constitucionais para exonerar o ministro da Saúde, mas não tem poder para exercer uma política pública genocida.”

A Medida Provisória que Bolsonaro queria impor ao país acabava, na prática, com o regime federativo e significava o sinal verde que Bozo e seus comparsas querem para acabar com o isolamento social. Mas o STF disse “não”. O placar foi 9 a 0, porque dois ministros não votaram. E aí, Dudu Bananinha? Vai chamar o soldado e o cabo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s