OMS DESMENTE BOZO

Dentro da canalhice que lhe é característica, Bolsonaro veio a público e, pinçando uma fala fora do contexto de um pronunciamento do diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom, quis dar entender que a OMS é contrária ao isolamento social no combate ao coronavírus. Tudo porque o diretor-geral da OMS falou que “informais têm que trabalhar”. Ora, todos têm que trabalhar! Só que o fascista não mencionou toda a fala de Tedros Adhanom na qual ele, em momento algum, se colocou contra o isolamento.

O diretor-geral da OMS estava, além de reforçar tese do isolamento, chamando a atenção para o fato de que deve haver uma política de proteção econômica para os informais, que são os mais pobres. Ou seja, os governos devem criar instrumentos para o sustento dessas pessoas, que são mais pobres. Foi o que disse o diretor da OMS, que jamais se colocou contra o isolamento.

Então, como se já não bastasse o trabalho da OMS na luta contra o coronavírus, a Organização teve que vir a público desmentir a fake news de Bolsonaro e para isso usou as redes sociais. As insinuações levianas de Bolsonaro foram, então, desmentidas publicamente. Mais uma vergonha para esse governo fascista e seu líder genocida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s