A VAZA JATO VOLTOU!

“Os americanos não querem que divulguemos as coisas.” (Deltan Dallagnol, em uma conversa com um assessor em 5 de outubro de 2015).

Em meio à alta recorde do dólar, à queda vertiginosa da bolsa e ao coronavírus, a Vaza Jato voltou e hoje foi publicada pelo The Intercept a parte 24 dos diálogos que colocaram Moro, Dallagnol e todos os seus comparsas no esgoto da história. As conversas publicadas pelo The Intercept mostram que procuradores realizaram uma colaboração secreta com o Departamento de Justiça dos EUA, facilitando a ingerência de agentes norte-americanos na Lava Jato. Além de violar leis e acordos internacionais, as relações secretas e subterrâneas com o Departamento de Justiça dos EUA violam flagrantemente a soberania nacional.

A parte 24 da Vaza Jato revela que vieram até Curitiba 17 agentes dos Estados Unidos para reuniões com a força-tarefa da Lava Jato. Mas a vinda dos americanos acabou vazando na imprensa. Existem tratados de colaboração jurídica entre brasileiros e norte-americanos e a colaboração, em si, não seria ilegal. Porém, ela deveria ter a aprovação do ministro da Justiça, que era José Eduardo Cardozo. Pois foi exatamente isso o que não aconteceu e Dallagnol queria manter o encontro sigiloso e sem o conhecimento do Ministério da Justiça. Outro crime de Dallagnol!

Dallagnol foi categórico e disse que “não gostava da ideia do executivo olhando nossos pedidos e sabendo o que há.” Ou seja, Dallagnol não queria nenhuma transparência e muito menos o cumprimento da lei, quando toda a cooperação dos norte-americanos deveria ter o assentimento do Ministério da Justiça. Então, quando informações foram solicitadas, Dallagnol deu uma rasteira no Ministério da Justiça e ocultou tudo o que lhe interessava do encontro secreto. Verdade seja dita: o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo levou uma baita rasteira dos lavajatistas.

A reportagem investigativa mostra outros crimes de Dallagnol, que desmoralizaram a Justiça brasileira e aviltaram a soberania nacional. E é mais uma prova da subserviência ancilar de Moro, Dallagnol e seus pares aos interesses dos Estados Unidos.

A reportagem completa pode ser acessada no link abaixo:

https://theintercept.com/2020/03/12/lava-jato-driblou-governo-ajudar-americanos-doj/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s