A “CULPA” É DO CORONAVÍRUS!

No momento em que o dólar já está chegando a 4,50. No momento em que o desemprego aumentou. No momento em que a previsão do crescimento do PIB é menor do que 2%. No momento em que as instituições políticas sofrem uma real ameaça por parte do governo e não há como negar a crise… Eis que surge o coronavírus para empanar as mazelas do governo. E nada melhor do que usá-lo como pretexto e justificativa para o caos em que se transformou o país.

Nunca vi tanto protagonismo do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, diante de uma situação que não deveria, segundo todos os especialistas, ser causa para qualquer pânico. Enquanto o dólar sobe, a bolsa de valores cai, a gasolina aumenta, o PIB não evolui como previsto e investimentos bilionários são retirados do país, estão acabando os estoques de máscaras e álcool gel nas farmácias. Por que será? Será por quê?

Claro que medidas profiláticas são necessárias. O coronavírus é uma realidade mas parece, no momento, estar longe de ser algo que justifique um alarmismo tão desproporcional. Só para termos uma comprovação disso, basta dizer que todos, rigorosamente todos os 34 brasileiros que foram trazidos de Wuhan, na China, o epicentro da epidemia, de volta para o país e ficaram em quarentena, tiveram seus exames negativos para o coronavírus. E eles estavam, por muito tempo, exatamente no local de maior possibilidade do mundo para contrair o vírus. No entanto, encontram-se completamente saudáveis.

Qual a razão para o ministro da Saúde ficar tanto tempo, em edições urgentes de telejornais, dando entrevistas sobre algo que, claro, merece cuidado e atenção, mas não está na frente de outras urgências nacionais como, por exemplo, a sublevação de policiais militares no Ceará. A insurreição dos policiais cearenses, com evidentes influências milicianas, coloca o país em risco e o ministro da Justiça vem a público dizer que 150 assassinatos “não significa situação de desordem”. Ou seja, se ninguém morreu de coronavírus, mas 150 morreram em razão da sublevação de policiais no Ceará, então o que merece foco, atenção e cuidado maior é o coronavírus. Entenderam a “lógica”? Sérgio Moro, e não o ministro da Saúde, é que deveriam estar sendo emparedados diuturnamente em entrevistas para explicarem o que, de fato, há por detrás daquele suspeito motim que está matando pessoas, quando um acordo já havia sido celebrado com o governo cearense.

Outro que deveria estar se explicando é o Paulo Guedes. Mas parece que o “Posto Ipiranga” também vai tirar uma casquinha do coronavírus, pois o novo vírus será, com certeza, utilizado como o “culpado” por tudo: PIB que não evolui, dólar chegando à maior alta da história e uma queda assustadora na bolsa de valores. Tudo será culpa do coronavírus!

Mais uma vez a China “comunista” vem dar uma forcinha para esse governo. Primeiro, foi no leilão do pré-sal, que foi um dos maiores fiascos do governo e apenas empresas “comunistas” da China arremataram alguns parcos quinhões. Agora, é o coronavírus que, ao que tudo indica, está sendo muito bem-vindo a esse governo, pois será a chave para a justificativa de suas incompetências e fracassos em todos os sentidos: técnico, político e moral. O vírus pode até ser eleito como uma próxima “hiena” da Pátria. Só que essa “hiena” parece estar sendo útil ao paranoico que ocupa o Planalto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s