CONTA OUTRA 01!

ciba

“Quando nós estivemos presos o Flávio foi lá visitar a gente. Mais de uma vez.” (Ítalo Ciba, vereador do Rio de Janeiro pelo Avante, em 20 de fevereiro de 2020, confirmando visitas de Flávio Bolsonaro ao miliciano Adriano da Nóbrega).

Quem falou não foi ninguém da oposição e sim o vereador Ítalo Ciba, do Avante. O vereador confirmou que Flávio Bolsonaro, então deputado estadual, visitou o miliciano Adriano da Nóbrega por mais de uma vez na prisão. O hoje vereador Ítalo Ciba esteve preso junto com Adriano da Nóbrega. Ciba era sargento da Polícia Militar e foi preso em 2003 por homicídio, tortura e extorsão.

A revelação do vereador Ítalo Ciba reforça ainda mais a certeza das íntimas ligações não apenas de Flávio Bolsonaro, como de todo o clã, com o miliciano Adriano da Nóbrega. Disse o vereador ítalo Ciba:

“Sei que ele (Adriano) se dava muito bem com o Flávio, devido ao (Fabrício) Queiroz. Queiroz trabalhou com Adriano lá atrás. Eu sei que o Adriano, de vez em quando, o Queiroz chamava pra ir lá no gabinete. Ele (Adriano) ia no gabinete, quando nós estivemos presos o Flávio foi lá visitar a gente. Mais de uma vez.”

Sabe-se que Flávio Bolsonaro já havia homenageado o miliciano por duas vezes, uma delas com a mais alta honraria da ALERJ, a Medalha Tiradentes, quando o miliciano já estava preso. Sabe-se também que Flávio Bolsonaro empregou, em seu gabinete, a mãe e a mulher do miliciano. E sabe-se ainda que o miliciano participava do esquema de “rachadinha” do gabinete de Flávio Bolsonaro. Agora, com o testemunho do vereador Ítalo Ciba, ficamos também sabendo que Flávio Bolsonaro esteve por mais de uma vez na prisão visitando o miliciano. As relações de Flávio Bolsonaro com Adriano da Nóbrega sempre foram evidentes e a revelação do vereador Ítalo Ciba só reforça aquilo que já sabíamos há muito tempo.

Isso, na mesma semana em que Flávio Bolsonaro publicou uma nota afirmando que só visitou Adriano da Nóbrega uma vez, para entregar-lhe a Medalha Tiradentes. Na mesma nota, lê-se que “não há nenhuma relação de Flávio Bolsonaro ou da família com Adriano.” Nesse momento lembro-me do que dizia o saudoso Brizola: “Tem rabo de jacaré, boca de jacaré, olho de jacaré, cabeça de jacaré. Então, como que não é jacaré?” Faz-me rir! Conta outra 01!

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s