A RODA SERÁ VIVA OU MORTA?

GLENN

No próximo dia 20, segunda-feira, às 22 horas, irá ao ar o primeiro programa Roda Viva do ano. A primeira edição do ano marcará a estreia da jornalista Vera Magalhães como apresentadora. O Roda Viva é um programa apresentado pela TV Cultura e especializado em entrevistar personalidades do mundo político, de todos os matizes ideológicos. E o entrevistado no primeiro programa do ano será o ex-juiz e sempre político, o ministro bolsonarista da Justiça Sérgio Moro.

O programa Roda Viva, que pretende apresentar-se como “isento”, terá uma grande oportunidade de demonstrar essa condição no próximo dia 20, especialmente em razão do convidado. O pluralismo do programa deve ser representado não apenas pela diversidade dos entrevistados, mas também pela diversidade de quem entrevista. Sérgio Moro já esteve no programa, em março de 2018. Porém, naquela ocasião, ainda como juiz e em sua redoma de “moralizador”, “soldado contra a corrupção” e “redentor da Justiça” Moro, ainda encoberto pela auréola que a mídia golpista o outorgou, desfilava como se fosse a voz da Justiça que saiu do mundo das Ideias de Platão e deslocou o seu modelo para a Terra. Porém, no meio do caminho, mais precisamente no mês de junho de 2019, havia um The Intercept, que desnudou o viés político, a parcialidade e o conluio entre Moro e procuradores, em uma relação subterrânea, imoral, criminosa e abjeta, que desmoralizou o agora ministro bolsonarista e teve o repúdio até mesmo de veículos da mídia que sempre o apoiaram. Há muitas perguntas a serem feito a Moro, não apenas em relação às revelações do The Intercept, mas também sobre o conteúdo do livro “Tormenta – O governo Bolsonaro: crises, intrigas e segredos”, de Thais Oyama, que fala do episódio deprimente que Moro teria protagonizado, ao chorar quando Bolsonaro ameaçou demiti-lo por conta de sua crítica à suspensão das investigações contra o filho do Presidente e que, dali para frente, Moro teria jurado fidelidade a Bolsonaro e passado a expressar publicamente essa fidelidade em forma de servilismo para não perder o emprego. Será que esses episódios serão objeto de perguntas a Moro?

Fica agora a expectativa sobre os jornalistas convidados para sabatinarem Moro e, de quebra, uma pergunta: o programa Roda Viva será “chapa branca”? A pergunta se faz necessária, tendo em vista que quando Manuella D’Ávila foi a convidada do programa, colocaram um batalhão de jornalistas com a missão de emparedar a então candidata a vice na chapa de Haddad. Um dos convidados, inclusive, era um político e fazendeiro bolsonarista que não deu trégua para a Manuella. E agora? Quem serão os “jornalistas” convidados? Tudo bem que um dos convidados, por exemplo, seja o lavajatista-morista-global Merval Pereira. Tudo bem em se convidar algum jornalista do site ultra-direitista e perpétuo defensor de Moro, O Antagonista. Porém, especialmente depois dos subterrâneos revelados pelo The Intercept, caso não haja nenhum jornalista do The Intercept entre os entrevistadores, então ficará comprovado que o programa será um palanque político para Moro e que a isenção do programa é conversa para boi dormir. O laureado jornalista Glenn Greenwald, em seu Twittter, afirmou que seria um ato indesculpável e covarde a ausência de um jornalista do The Intercept entre os convidados para entrevistar Moro. E ainda podemos até questionar se a ida de Moro ao programa foi negociada, com a escolha prévia, pelo ministro bolsonarista, de quem irá entrevistá-lo. Hoje já está sendo divulgada a notícia de que Moro estaria cogitando desistir de comparecer ao programa caso o The Intercept participe da entrevista, o que seria a comprovação de sua covardia e fraqueza.

O programa Roda Viva terá uma grande oportunidade no próximo dia 20 de janeiro de mostrar se é isento ou parcial, se é unívoco ou plural e, principalmente, se a roda será “viva” ou “morta”. Iremos conferir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s