PERDEU FASCISTA!

perdeu fascista 2

“A luta continua, mas a vitória é nossa. Muito feliz, muito feliz. Anauê.” (Eduardo Fauzi, o terrorista fascista, comemorando a censura ao “Porta dos Fundos”, em 9 de janeiro de 2020).

Com direito à saudação integralista “Anauê”, o terrorista de extrema-direita Eduardo Fauzi, foragido na Rússia, comemorou ontem, em um vídeo, a censura judicial imposta ao especial “A Primeira Tentação de Cristo”, do grupo “Porta dos Fundos” . Por decisão do desembargador Benedicto Abicair (o mesmo que foi complacente e tolerou Bolsonaro por declarações racistas e homofóbicas em nome da “liberdade de expressão”), o especial que satirizava Jesus Cristo teve que ser tirado do ar.

Mas a festa do fascista durou pouco. Ontem mesmo, uma liminar do Presidente do STF, Dias Toffoli, derrubou a censura que havia sido imposta ao especial do “Porta dos Fundos”, que agora está liberado para ser veiculado, ao menos até o julgamento do mérito.

O Brasil vive tempos obscuros e a arte, a ciência, a educação e a cultura de um modo geral são os grandes alvos do atual governo de extrema-direita, que é apoiado pelo terrorista Fauzi. Não há dúvidas de que esse Eduardo Fauzi é um tentáculo do bolsonarismo. Bolsonaro, aliás, não fez nenhum pronunciamento sobre o atentado sofrido pelo “Porta dos Fundos”, mas prestou total solidariedade ao Luciano Hang, seu apoiador e dono das Lojas Havan, quando do incêndio do clone da Estátua da Liberdade de uma das lojas de Hang. Reiteramos que, caso seja comprovado que o incêndio da tal estátua foi criminoso, o mesmo terá toda nossa repulsa. No caso do Fauzi, ele é réu confesso.

A reparação feita no STF não significa na verdade nada a ser comemorado. Simplesmente a Constituição, em seu artigo 5º, foi cumprida. No ano passado, quando o prefeito-pastor fundamentalista do Rio de Janeiro também censurou um livro na Bienal, ordenando que seus exemplares fossem recolhidos, o STF teve que ser acionado para que a estúpida censura fosse suspensa. A verdade é que os fascistas saíram do armário e estão sentindo-sem empoderados com o governo Bolsonaro que, de forma tácita ou expressa, inegavelmente os apóia. Por isso, a resistência pelo exercício dos direitos mais fundamentais, como os consagrados no artigo 5º da Constituição, deverá ser permanente. Mas, por ora, respondendo ao vídeo do terrorista, podemos dizer: Perdeu fascista!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s