A CONFISSÃO DE SARDENBERG

sardenberg 2

Carlos Alberto Sardenberg é um jornalista global “in totum”: ele escreve para o jornal O Globo, fala na rádio CBN e aparece na Globonews TV. Sardenberg nutre um ódio figadal em relação ao PT, mas reserva um ódio todo especial ao ex-Presidente Lula. Seus comentários não chegam a ser novidades. Ele só fala em “contas públicas”, “PT quebrou o Brasil”, e por aí vai.

Porém, recentemente, falando na Globonews sobre a alta exponencial do dólar, ele tentava dar explicações. Sardenberg falava sobre a cotação do dólar ter chegado a 4,20 reais. Sua primeira justificativa foi dizer que o tal leilão do petróleo, que seria “mega” e não foi nem “mini”, influenciou na alta, visto que com o fracasso do mesmo teriam entrado poucos dólares. Caso a adesão ao tal leilão tivesse sido maior, o dólar estaria mais barato. Nesse ponto ele esqueceu-se de dizer que os poucos dólares que entraram vieram de duas empresas “comunistas” da China.

A alta do dólar, que chegou ao seu maior patamar desde o início do Plano Real, fez com que o total de gastos de brasileiros no exterior fosse o menor nos últimos três anos. Seria coincidência “nos últimos três anos”? Exatamente depois do golpe de 2016 e da chegada do governo fascista ao poder. Parece que aqueles que iam à Disney e e foram às ruas pedir a saída do PT terão que se contentar mesmo é com o  Parque Shangai (não é na China, é na Penha, Rio de Janeiro).

Finalmente, Sardenberg teve que explicar, porque não poderia deixar de tranquilizar investidores e pretendentes a viagens ao exterior, uma questão que traz grande apreensão: Será que o patamar astronômico do dólar poderia levar a uma crise cambial? O comentário de Sardenberg:

“O governo atual deve a situação de hoje não haver uma crise cambial ao Presidente Lula que, em seu primeiro governo, acumulou reservas. São 370 bilhões de dólares de reservas e o atual governo deve isso ao Presidente Lula.” 

Ou seja, mesmo odiando Lula e o PT, Sardenberg teve que reconhecer ou confessar que, graças ao governo Lula, o Brasil não vive uma crise cambial, mesmo com o dólar chegando aos píncaros. Tudo graças ao acúmulo de reservas cambiais na gestão Lula. Quando alguém que odeia o PT, em uma emissora que detesta o Lula e em um programa que tem ojeriza à esquerda, fala que graças à gestão do Lula o país não está em uma crise cambial, então esses caras devem ter muita coisa ainda para confessar.

Muito certamente, em um contexto de crise cambial, haveriam manifestações populares, protestos e riscos de radicalização. Mas, segundo o próprio antipetista Sardenberg, o atual governo deve a Lula por não estarmos ainda em crise cambial. E ainda tem canalha fascista falando em AI-5!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s