O FRANGOTE FASCISTA PIOU

air 2

“Se a esquerda radicalizar, vamos ter que dar uma resposta, que poderá ser via um novo AI-5.” (Eduardo Bolsonaro, ameaçando a democracia com um novo  AI-5, em vídeo postado em 31 de outubro de 2019).

“O Brasil é uma democracia. Manifestações como a do senhor Eduardo Bolsonaro são repugnantes, do ponto de vista democrático, e têm de ser repelidas como toda a indignação possível pelas instituições brasileiras.” (Rodrigo Maia, Presidente da Câmara dos Deputados, repudiando a ameaça de Eduardo Bolsonaro, que propôs um novo AI-5, em 31 de outubro de 2019).

Criminosa, repugnante, asquerosa, abjeta e pusilâmine, sob todos os aspectos, a ameaça feita por Eduardo Bolsonaro, de que a reação a uma radicalização da esquerda teria como resposta um novo AI-5. O nada saudoso Ato Institucional Nº 5, editado em 1968, durante o governo do general de plantão Costa e Silva, significou o endurecimento do regime militar e, na prática, institucionalizou a mais horrenda ditadura já vivida na história brasileira tendo marcado, em nossa história, os horrendos “anos de chumbo”. É inadmissível que um dos representantes do raivoso clã Bolsonaro emita impunemente uma declaração que atenta contra a democracia, o Estado de Direito e a Constituição.

A ameaça criminosa de Eduardo Bolsonaro, que já havia se manifestado em relação a possíveis manifestações de insatisfação por parte do povo brasileiro também em tom ameaçador, mostra a incapacidade dele e de toda sua família, agora no poder, de conviver no ambiente democrático, das diferenças, da pluralidade. O cãozinho raivoso fascista, bem como toda sua família, ainda não aprendeu que a política é o campo para se negociar as diferenças, pelo argumento e pelo voto. Jamais pela imposição de leis de exceção, feita por quem, apesar de estar no poder, não aceita as regras do jogo democrático. A oposição, de um modo geral, nem tem precisado muito subir o tom, porque a incompetência, a fraqueza e total falta de preparo para o diálogo, dele e de toda sua família, já se encarregam de aniquilar o já desastroso governo Bolsonaro.

Quando até o Rodgrio Maia, um político de direita, do mercado, que apoiou tudo o que pôde para prejudicar o povo, se manifesta contra a ameaça criminosa de Eduardo Bolsonaro, isso já dá o tom do rumo que nosso país está tomando. Eduardo Bolsonaro deve ser interpelado na Câmara dos Deputados. O fascista, ao defender um novo AI-5, está defendendo um autogolpe e a volta da ditadura. Sim, porque atos institucionais são instrumentos jurídicos extra-constitucionais, de iniciativa do Executivo e que, em nosso país, marcaram os governos ditatoriais da tortura e dos assassinatos que Eduardo e sua família tanto defendem. Não basta Rodrigo Maia, repito, que é de direita, repudiar a pulsão fascista de Eduardo Bolsonaro. Na condição de Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia deve liderar a abertura de um processo contra esse monstrengo fascistódide por crime contra o Estado e contra a ordem constitucional e democrática. Ele merece ter o mandato cassado e já passou da hora de o Congresso tomar uma medida mais contundente contra esse frangote neofascista. Repudiamos veementemente a criminosa ameaça de Eduardo Bolsonaro e reafirmamos que um traste desse não serve nem para a viver em sociedade, que dirá para a atuar na política.

Um comentário sobre “O FRANGOTE FASCISTA PIOU

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s