LEÃO, HIENAS E AS DESCULPAS

hienas 2

“Me desculpo publicamente ao STF, a quem porventura ficou ofendido. Foi uma injustiça, sim, corrigimos e vamos publicar uma matéria que leva para esse lado das desculpas. Erramos e haverá retratação.” (Jair Bolsonaro, em 29 de outubro de 2019, desculpando-se publicamente com o STF, por ter incluído a suprema corte no vídeo do leão e as hienas).

Em mais um desastre cibernético, Jair Bolsonaro publicou nas redes sociais um vídeo em que ele, o Presidente, aparece como sendo o leão, atacado pelas hienas, que seriam os inimigos, aqueles que não deixam o Presidente governar. No momento da postagem, Bolsonaro estava em viagem pela Ásia. O conteúdo do vídeo já traz uma certa “pulsão autoritária”, visto que o Presidente se apresenta como o “leão”, o rei e senhor absoluto da selva. O enredo é simples: o leão tenta governar, mas é sistematicamente atacado pelas “hienas” ( os inimigos da Pátria e do patriota). São muitas as hienas e, assim, muitos os inimigos: além do PT, do PCdoB, do PDT, até o PSL, o seu próprio partido, virou hiena. Mas também a imprensa e os veículos de comunicação em geral, como a Rede Globo, a Veja, a Folha de São Paulo. A CNBB, a CUT, a Força Sindical, a OAB e até, acreditem, o MBL também são “hienas” na performance fascista. Mas, como não poderia deixar de ser, o STF também foi apresentado como hiena. De novo Bolsonaro mostra sua repulsa ao STF, que já é alvo de ataques de seus seguidores.

O pedido de desculpas foi dirigido logo no dia seguinte. Mas somente ao STF. Isso mesmo. O pedido oficial de desculpas de Bolsonaro foi apenas ao STF. Portanto, as demais “hienas” continuam na mesma condição apresentada no vídeo: são “inimigas da Nação” e não querem deixar Bolsonaro governar. Claro que o recado foi dado. O restante, fica por conta de suas fanáticas milícias digitais e dos bolsominions ambulantes. Tanto que hoje bolsonaristas já hostilizaram o Presidente do STF, Dias Toffoli, cercando o seu carro e estendendo uma faixa com os dizeres “hienas do STF”. Claro que já é um efeito do vídeo que, mesmo depois de apagado e das desculpas, já atingiu sua finalidade.

Mas o final do vídeo é sintomático. Um outro leão, denominado “conservador patriota”, representando os bolsominions, afasta as hienas do Presidente, salvando seu governo. Só que este outro leão, na verdade, é uma leoa. Isso mesmo: o leão foi salvo por uma leoa. O vídeo só não explica se o “leão” que representa Bolsonaro teve uma “fraquejada”. Afinal, foi a leoa que o salvou das hienas. Resta saber se o vídeo será atualizado, com a inclusão de um porteiro como hiena. Mas isso é assunto para outra oportunidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s