BOZO PERDE NO PSL

perdeu bozo 2

“Olha só, nós estamos com 26, falta só uma assinatura prá gente tirar o líder, tá certo. E botar outro…” (Jair Bolsonaro, a interlocutor não identificado, conspirando contra o líder do seu próprio partido).

“Eu vou implodir o presidente. Aí eu mostro a gravação dele. Não tem conversa. Eu implodo ele. Eu sou o cara mais fiel. Acabou, cara. Eu sou o cara mais fiel a esse vagabundo. Eu andei no sol em 246 cidades para defender o nome desse vagabundo.” (Deputado Delegado Waldir, líder do PSL, se revoltando contra Bolsonaro, que tenteu derrubá-lo da liderança e colocar seu filho Eduardo).

Quem com mentiras no WhatsApp fere, com grampo telefônico será ferido. E o barraco no PSL só aumenta. Agora, Bolsonaro foi pego em um grampo telefônico, onde pede mais uma assinatura para mudar o líder do PSL, o Delegado Waldir, e emplacar em seu lugar, como não poderia deixar de ser, o seu filho Eduardo. Então, o delegado Waldir reagiu e, em uma reunião na liderança do partido, chamou Bolsonaro de “vagabundo”. De sobra, ainda ameaçou tornar pública uma gravação que comprometeria Bolsonaro e o “implodiria”.

E, no fim, Bolsonaro foi derrotado pelo seu próprio partido. A conspiração era dada como certa por Bolsonaro e seus seguidores e Eduardo Bolsonaro, com uma lista que continha assinaturas “fakes” de deputados do PSL, chegou até a dar entrevista como “líder”. Mas a lista bolsonarista foi rejeitada e a que apoiava a manutenção do Delegado Waldir como líder do partido é que foi validada pela mesa da Câmara dos Deputados.

E Bolsonaro, para retaliar a derrota que sofreu em seu próprio partido, destituiu a deputada Joice Hasselmann, que não apoiou Eduardo Bolsonaro, da função de líder do governo no Congresso. Em resposta a deputada, que já vem brigando há tempos com Dudu Bolsonaro por causa da indicação do partido à prefeitura de São Paulo, confessou que  estava cansada de fazer discursos para consertar as trapalhadas desse governo.”

Então Bolsonaro é chamado de “vagabundo” pelo líder do próprio PSL, que ainda diz que irá “implodi-lo”. E Joice Hasselmann diz que se cansou de discursar para defender as trapalhadas do governo. A que ponto Bolsonaro consegue chegar em menos de um ano de mandato!

Na lista de inimigos reais e imaginários, Bolsonaro agora já tem mais um para o seu “índex”: o seu próprio partido. Pelo visto, Bolsonaro vai acabar (aliás, já está ficando) sozinho, rodeado pelos seus três filhotes, vendo Hitler na goiabeira.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s