PALAVRA DA “MUSA DO VENENO”

musa do veneno 2A entrevista de hoje da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, a preposta do agronegócio que ficou conhecida como “musa do veneno”, mostrou claramente que os próprios pares e aliados de Bolsonaro o contradizem. Ela disse que “é preciso baixar a temperatura” das críticas em relação ao que vem acontecendo na Amazônia. Quem ouve a “musa do veneno” pode até pensar que o seu Presidente segue esse estilo. O primeiro a inflamar e aumentar a temperatura em relação a tudo tem sido o próprio Bolsonaro e, no caso da Amazônia, as suas declarações ensandecidas, irresponsáveis e até acusações criminosas foram rechaçadas pelo Brasil e pelo mundo afora.

Mas na entrevista de hoje a ministra contradisse até mesmo os dogmas bolsonaristas sobre clima e meio ambiente. Primeiro, a senhora Tereza Cristina afirmou que também ocorreram incêndios florestais em Portugal, na Califórnia e até na Sibéria, justificando que os mesmos têm como causa as secas, o que ocorreria também no Brasil. Mas a ministra deve saber que as secas são resultado do aquecimento global e que o aquecimento global é negado por Bolsonaro e seus cúmplices ambientais. Logo, a ministra, ao contrário de Bolsonaro, está afirmando a existência do aquecimento global. Será que ela será considerada traidora por isso e terá o mesmo destino do diretor do INPE, que cumpriu seu papel mostrando a real situação da Amazônia?

Em segundo lugar, ao dizer que os incêndios são causados pelas secas e, portanto, admitir o aquecimento global, Tereza Cristina também está isentando as ONGs de culpa pela tragédia ambiental, contradizendo, assim, as acusações psicóticas de Jair Bolsonaro. Será ela considerada traidora também por essa afirmação?

Logo, em sua entrevista a ministra está afirmando que as secas são a causa dos incêndios e, portanto, que o aquecimento global é uma realidade. E também, ao contrário do que disse Bolsonaro, que as ONGs não são as culpadas pelos incêndios e sim as secas. Palavra da “musa do veneno”. E agora Jair?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s