VAI! ABRAÇA O FROTA!

tábata alexandre frota

“Tabata Amaral, o PSL está de braços abertos para você.” (Alexandre Frota, deputado bolsonarista do PSL, convidando a deputada Tábata Amaral, que traiu o PDT e a classe trabalhadora, para se juntar ao bolsonarismo).

Aquela “menina que ia mudar o mundo” e que enquadrou o então ministro da Educação em uma audiência, não passou de um engodo. Tábata Amaral, a jovem deputada que era tida como uma nova voz da centro-esquerda, rendeu-se ao poderio do bilionário que financia o seu mandato e votou a favor da reforma da previdência, que penaliza os mais pobres e poupa militares, o Judiciário e os próprios parlamentares. Ela traiu o PDT. Mas o que, efetivamente o PDT poderia esperar de uma parlamentar que é financiada por um bilionário banqueiro que tem a sua própria bancada? Sim, porque hoje, no Congresso, além das já conhecidas bancadas temáticas, como a bancada ruralista, a bancada evangélica e a bancada da bala, existem bancadas patrocinadas por mega-empresários que são suprapartidárias, exatamente para não aparentar que existe uma descarga de dinheiro em um único partido. É o caso da “bancada Lemann”, à qual pertence Tábata Amaral. O bilionário Paulo Jorge Lemann bancou a candidatura de Tábata e outros parlamentares. Então, a “menina que ia mudar o mundo” teve que votar como mandou o seu chefe.

Ontem, cumprindo a ordem do mecenas de sua campanha e que é dono de seu mandato, aquela “menininha que ia mudar o mundo” não esteve nem aí para o partido e, principalmente, para os trabalhadores de faixas salariais mais baixas, exatamente aqueles que serão penalizados com a reforma da previdência encomendada pelos banqueiros e pelo mercado, dos quais os senhores Paulo Guedes e Rodrigo Maia são prepostos.

A grande diferença de votos favorável à reforma foi fruto de um “toma lá, dá cá” não apenas por parte dos partidos da base aliada. Quando vemos parlamentares da oposição votando a favor dos banqueiros, é porque há um outro “toma lá, dá cá”. A “bancada Lemann” é apenas um exemplo.

Agora, só falta a Tábata aceitar mesmo o convite de Alexandre Frota e filiar-se ao PSL porque, depois do que ela fez na votação da reforma da previdência, ela merece mesmo é ser abraçada pelo Alexandre Frota.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s