MENDES 70 ANOS – PARTE III – DO COLEGIADO À INTERVENÇÃO (1989-1993)

elton brandão

Foto acima: o professor  Elton Palmeira Brandão, diretor do Colégio Mendes de Moraes entre 1989 e 1991. O professor Elton faleceu no dia 22 de setembro de 2016 e entraria para a história do colégio por ter sido o único diretor a adotar a gestão colegiada. Foto: Facebook.

“Quadro negro da educação” era um painel que os alunos expunham diariamente dentro do pátio do Colégio Estadual Prefeito Mendes de Moraes com os nomes, bem visíveis, dos professores que haviam faltado no dia anterior. Sinal dos tempos. Tempos de empoderamento dos alunos, que passaram a ter voz e poder de decisão, inclusive na administração do colégio, a partir de uma forma revolucionária de gestão implantada pelo diretor Elton Palmeira Brandão: o colegiado.

Elton Palmeira Brandão já defendia a administração colegiada em sua plataforma de propostas quando foi eleito diretor, em 1989. Com a administração colegiada implantada pelo professor Elton Palmeira Brandão, as decisões a serem tomadas pela direção seriam discutidas e deliberadas por representantes de todos os segmentos do colégio: professores, alunos, funcionários, SOE, SOP. As reuniões do colegiado eram periódicas e os membros que iriam compô-lo eram escolhidos entre os pares de cada segmento. O membro que deixasse de comparecer a duas reuniões era excluído e deveria ser substituído. Tudo para evitar o absenteísmo, motivar a participação e fortalecer o comprometimento. Setores mais conservadores do colégio opunham-se à administração colegiada e a experiência, embora muito efêmera, criou no colégio um ambiente de constantes debates. Independentemente da avaliação que se faça, a verdade é que a gestão colegiada implantada pelo diretor Elton colocou o Colégio Mendes de Moraes em mais uma histórica posição de vanguarda, com uma gestão em que a direção deveria representar, de fato, os interesses coletivos e a pluralidade.

20190510_1419021341353270.jpg

Foto acima: a professora Marília, diretora-adjunta do Colégio Mendes de Moraes durante a administração colegiada de Elton Palmeira Brandão. Foto: arquivo do CEPMM.

Os setores conservadores do colégio, no entanto, tinham uma leitura bem diferente do colegiado. Para esses setores, o colegiado não passava de uma inversão de valores em que alunos e professores ficavam em um mesmo patamar. Falava-se em “ausência de direção e de autoridade”.

20190517_065014-100600125.jpg

Foto acima: o professor Jorge Alfredo Leite Gonçalves, diretor-adjunto do Colégio Mendes de Moraes durante a administração colegiada de Elton Palmeira Brandão. Foto: arquivo DP/CEPMM.

Mas a administração do diretor Elton Palmeira Brandão não foi marcada apenas pela administração colegiada. Elton Palmeira Brandão, além de formado em Letras, era pedagogo e mestre em Educação. Sua visão pedagógica ia muito além dos “pequenos mundos” de cada disciplina. Por isso, ele sempre defendeu uma proposta interdisciplinar, com o diálogo permanente entre as diversas disciplinas, visando a aproximação das diferentes linguagens e a integração dos campos do saber. Naqueles tempos as RAPs (Reuniões de Apoio Pedagógico) que realizavam-se periodicamente, chegando a 8 por ano, eram verdadeiros palcos de conflitos, onde propostas de avaliação, conteúdos e até a gestão escolar eram exaustiva e apaixonadamente discutidos.

img-20190522-wa0068-64352221.jpg

Foto acima: o diretor Élton Palmeira Brandão, vendo-se ainda a Secretária Márcia Machado e as professoras Maria José, Ana Luiza, Rosa e Maria Lúcia. Foto: enviada por Márcia Cristina Machado.

Elton Palmeira Brandão permaneceu como diretor até o final de 1991. Ao deixar a direção, continuou no colégio como professor e atuava especialmente nas turmas de Formação de Professores. Mas a experiência da administração colegiada no Mendes de Moraes não limitou-se a ser um exemplo singular e inédito de gestão participativa em uma escola. Em 1993, Elton Palmeira Brandão apresentava a sua dissertação de Metrado na UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), que teve como tema a experiência da administração colegiada implantada por ele quando diretor do Mendes de Moraes. Assim, o exemplo do Colégio Mendes de Moraes seria inscrito no universo acadêmico e Elton Palmeira Brandão, com sua dissertação aprovada, demonstraria cientificamente que uma administração colegiada não era utopia e sua tese, intitulada “Uma direção colegiada e sua proposta político-pedagógica em uma escola pública de segundo grau do Estado do Rio de Janeiro: um estudo de caso” seria aprovada com méritos pela banca. O exemplo do colegiado no Mendes de Moraes ficaria, assim, para a história e para o acervo acadêmico.

Após a experiência colegiada vivida na gestão do professor Elton, foi eleito para diretor o  professor Wagner Desidério Bandeira. O diretor Wagner Bandeira, que assumiu a direção do colégio em 2 de janeiro de 1992, no entanto, não chegaria a completar o seu mandato. Muito criticado, o diretor Wagner Bandeira parecia não ter o mesmo respaldo político que seu antecessor. Estávamos no meio do ano de 1993.  No mês de julho daquele ano o colégio sofreria uma intervenção e o diretor Wagner Desidério Bandeira seria sumariamente exonerado. Organizar nova resistência, como as muitas já vividas no colégio em outras épocas? Quem seria o novo diretor, ou melhor, o interventor? Depois de um colegiado com a participação de todos os segmentos do colégio, quem cairia de pára-quedas na Rua Pio Dutra? Apesar da ressaca pós-colegiado, a comunidade escolar ainda tinha fôlego. O que se passava em reuniões que aconteciam em um restaurante na Rua do Catete e como essas reuniões em um restaurante da zona sul teriam influência na história do Colégio Mendes de Moraes? Isto é assunto para o próximo capítulo.

rua do catete 234

Foto acima: Rua do Catete, 234. Este endereço entraria para a história do Colégio Mendes de Moraes. Saiba o porquê no próximo capítulo. Foto: Booking.com

PRÓXIMO CAPÍTULO: PARTE IV – A ERA RIVALDO (1993-2008).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s