GOVERNO BOZO: DESAPROVAÇÃO JÁ SUPERA APROVAÇÃO

atlas-desaprovac387c383o-a-bolsonaro.jpg

Pela primeira vez, desde a posse, a desaprovação ao governo Bolsonaro superou a aprovação. A constatação é da consultoria Atlas Político, que divulgou nesta terça-feira, dia 21 de maio, o resultado de sua pesquisa, que mostra que 36,2% da população considera a gestão presidencial como ruim ou péssima. A queda na aprovação já vem sendo registrada desde abril e não chega a ser novidade.

Antes mesmo de completar cinco meses no poder, o governo já acumula uma incontável série de vexames e atos desastrosos, escândalos e “balbúrdia” dentro dos próprios quadros do governo. A nível interno, o ataque às universidades, escolas e estudantes foi a gota d’água para a maior manifestação de repulsa contra um Presidente em tão pouco tempo de governo já registrada em nossa história. Mas desde o início que o governo é um desastre: a total incompetência do Presidente para interagir com o Congresso; o despreparo absoluto de ministros, que vivem falando asneiras; a desmoralização a que vem sendo submetido Sérgio Moro, que já mostrou que não “apita” nada em seu Ministério (nem uma suplente de Conselho pôde nomear); os “shows escatológicos” presidenciais via twitter; a influência total de um astrólogo-rasputin-charlatão que nem no Brasil vive , mas que nomeia até ministros; a falta de um projeto do governo para os problemas do país, visto que o Presidente permanece eternamente “em campanha” e só pensa em armar a população, agora até com fuzil; os escândalos de candidaturas “laranjas” de seu partido, que desviaram verbas do fundo eleitoral; o escândalo Queiroz-família Bolsonaro; uma agenda destrutiva ao meio ambiente, até reconhecida por todos os ex-ministros de governos anteriores em recente reunião; os ataques dos filhos ao Vice-Presidente, a ministros e militares de um modo geral. Já no plano externo, o vexame na Conferência de Davos, a subserviência ancilar ao governo Trump, a temerária proposta de transferir a embaixada brasileira em Israel para Jerusalém e a defenestração do Presidente em Nova Iorque é apenas parte do que explica o resultado da pesquisa da consultoria Atlas Político.

É necessário acrescentar que todo esse desastre do governo é confirmado até mesmo por antigos apoiadores e por grupos políticos da própria direita. Muitos já pularam e outros estão pulando do barco, cientes da enrascada em que se meteram. Bolsonaro mostrou ser um “jacobino da direita” e, pelo visto, acabará sozinho com meia dúzia de fanáticos fundamentalistas. Já se fala até em uma “direita anti-Bolsonaro”, porque até os seus antigos pares não estão mais suportando tanta incompetência, sandice, radicalismo e despreparo técnico e emocional de Bolsonaro, que desde o primeiro dia de seu governo jamais teve uma postura de estadista. Até a “pós-doutora” Janaína Paschoal questionou, recentemente, a sanidade mental de Jair Bolsonaro. Quando que um governo com menos de cinco meses no poder teria que, desesperadamente, convocar uma manifestação a seu favor em razão da onda de descrédito, desilusão e arrependimento de quem votou cegamente apenas pelo ódio?

Nunca é demais lembrar que, ao contrário dos derrotados de 2014, a atual oposição jamais questionou o resultado eleitoral e em momento algum disse, como disse o crápula do Aécio Neves, ao perder a eleição, que “iria incendiar o país”.  O desespero governista é tanto, que o próprio Bolsonaro e seus filhos “ministros de fato” já estão até indo a programas de auditório de emissoras de televisão cooptadas para fazer propaganda e pedir votos para a reforma da previdência. Malafaia, Edir Macedo e o cafetão de São Paulo estão convocando para a manifestação pró-Bozo no dia 26. Foi noticiado que o próprio Bolsonaro afirmou que não comparecerá. Ele sabe que, até quem pariu Mateus, ou melhor, “Messias”, não quer, agora, embalá-lo.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s