MUSEU DOS EUA REPUDIA BOLSONARO

aqui não!“Em respeito mútuo pelo trabalho e pelos objetivos das nossas organizações individuais, concordamos em conjunto que o museu não é o melhor local para o jantar de gala da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. Esse evento tradicional ocorrerá em outro local na data e hora originais”. (American Museum of Natural History, via Twitter, em 15 de abril de 2019).

Bolsonaro não é pessoa bem-vinda no Museu de História Natural de Nova Iorque, que o considera “persona non grata”. O museu seria o palco para uma homenagem que a Câmara de Comércio Brasil-EUA fará a Bolsonaro, agendada para maio. Bolsonaro foi escolhido pela Câmara de Comércio Brasil-EUA a “Pessoa do Ano”. O museu norte-americano informou que o espaço foi reservado pelo museu, sem que se soubesse da presença de Bolsonaro no local. Após o anúncio de que Bolsonaro seria agraciado o museu, em respeito aos seus objetivos, conforme diz na nota pelo Twitter, decidiu cancelar a abertura de seu espaço para a homenagem.

A decisão sobre o cancelamento da cessão do espaço pelo Museu de História Natural de Nova Iorque ocorreu em razão do repúdio aos posicionamentos racistas, homofóbicos, misóginos e fascistas e Jair Bolsonaro. O próprio prefeito de Nova Iorque, Bill de Blasio, recentemente repudiou Bolsonaro por suas posições racistas e homofóbicas. Agora, que os empresários da Câmara encontrem um outro local para puxarem o saco do fascista.

É necessário acrescentar que, além dos posicionamentos racistas, homofóbicos e misóginos de Jair Bolsonaro, o museu suspendeu a cessão do espaço também em respeito às suas próprias causas. Bolsonaro foi considerado uma pessoa perigosa pelo prefeito Bill de Blasio em relação à sua posição quanto à preservação da Amazônia. Seria, de fato, uma contradição a presença de Bolsonaro em um museu que defende, dentre outras bandeiras, a preservação ambiental e, especialmente, a Amazônia.

Felizmente os EUA não são apenas Trump. E é bom lembrar que nem o prefeito de Nova Iorque e nem o seu Museu de História Natural são “petistas” ou “comunistas”. O prefeito nova-iorquino, aliás, pertence ao Partido Democrata, que é defensor do capitalismo e do liberalismo. Os homenageadores de Bolsonaro talvez pudessem pedir a Trump para que providenciasse um espaço para abrigar a distinta homenagem. Muito provavelmente, quando Trump fosse informado de quem seria o homenageado, ele iria perguntar: “Quem é esse cara?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s