DIFAMADORA DE MARIELLE IMPEDIU DEMOLIÇÃO

juíza difamadoraA tragédia na comunidade da Muzema podia ser impedida. Como outras ainda poderão ser. E por vários agentes públicos, dentro de suas respectivas atribuições legais. Incluindo-se aí o Poder Judiciário. A desembargadora Marília de Castro Neves, muito conhecida nas redes sociais por ser uma militante de direita defensora de Bolsonaro e ter difamado a vereadora Marielle Franco logo após o seu assassinato, dizendo que Marielle tinha ligações com traficantes do Comando Vermelho, usou de sua poderosa caneta para impedir a demolição de prédios irregulares na região controlada e dominada por milicianos. Milicianos esses, como sempre, já homenageados por Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa.

Todos sabem, a começar pelos seus moradores, que os prédios são irregulares. Todos sabem, por fotos e notícias através de vários veículos, que as construções não possuem sequer engenheiros responsáveis. Todos sabem, a começar pelos “corretores”, que nada ali é legal e que os preços convidativos dos imóveis são altamente suspeitos. E todos sabem, entre outras coisas, que as as obras são feitas a partir da grilagem de terras. Só a doutora Marília não sabia?

A desembargadora bolsonarista afirmou, em um de seus despachos, que a demolição era irreversível. Se era “irreversível”, por que esperar? Talvez, para ela, as vidas perdidas nos prédios que já caíram então sejam “reversíveis”. A excelentíssima doutora Marília sabe muito bem quem foram os grandes beneficiários de suas decisões. E com certeza não foram os moradores. Nem a nossa cidade, outrora maravilhosa. Os “donos do pedaço”, que ela sabe muito bem quem são, agradecem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s