O COLETE COM MANGAS

colete com mangasFaltando apenas dois dias para o fim do ilegítimo, golpista e corrupto governo Temer, o vampiro do Jaburu só pensa em livrar-se de seus crimes a partir do primeiro dia de janeiro. Ele é engenhoso. Ele é astuto. Ele é frio e calculista. Conseguiu dar a rasteira na Dilma. Conseguiu livrar-se, por duas vezes, de denúncias da PGR comprando deputados. Mas também levou uma rasteira do Joesley dentro de seu próprio porão. Isso sem contar o escândalo do decreto dos portos, a serviço da Rodrimar. Daqui a dois dias, com a posse do capitão fascista, ele irá para a “vala dos comuns” da Justiça brasileira. Será? Pode ser que não.

Hoje chegou até nós a notícia de que os advogados de Temer jogarão uma última cartada para tentar livrá-lo de seus crimes. Como se fosse uma carta tirada da “manga do colete”. Ora direis: “Colete não tem mangas!”. E eu vos direi no entanto: “Se não tem, nós arranjamos e ainda inventamos uma nova carta no baralho!” A tal “carta” em questão seria a alegação de que seus feitos criminosos foram praticados durante o seu mandato e que, assim, poderia-se requerer que o julgamento dos mesmos venham a ser feitos pelo Supremo Tribunal Federal. Em outras palavras: ele não perderia o foro mesmo deixando a Presidência. Ainda se fala na possibilidade de Bolsonaro lhe dar uma Embaixada, talvez a da Itália. Mas depois do escândalo do motorista alaranjado da família do capitão, do cheque para a dona Michele e do trabalho da COAF, tudo indica que, no momento, o capitão terá que esquecer o presente talvez prometido ao Temer. Na verdade, o que os advogados do Temer querem, é que a Justiça crie uma outra jurisprudência. Ainda que esta atente contra a Constituição, desde que lhe favoreça. Temer e seus advogados têm todos os motivos para acreditarem na “Justiça”: afinal, trata-se da Justiça que livrou Aécio. A mesma Justiça que livrou Serra. A mesma Justiça que livrou Alckmin. A mesma Justiça que esqueceu Azeredo por 20 anos. Talvez essa fosse uma saída. Ficar esquecido por 20 anos nos arquivos do STF e só se explicar com Deus (e não com os homens) no além-túmulo.

Talvez a carta a ser tirada da “manga do colete” não seja tão difícil assim. Numa época em que jurisprudências criadas pela Corte Máxima agridem a própria Constituição, então não podemos duvidar. Mas Temer tem todos os seus amigos igualmente encrencados e que também poderiam ser beneficiados. Se a alegação dos advogados de Temer “colar”, a mesma poderia gerar um “efeito dominó” e ser aplicada, também, para o Moreira Franco e o Eliseu Padilha, por exemplo.

Certamente, trataria-se de uma matéria a ser julgada pelo Supremo: o “foro além-mandato”. Que seria, em outras palavras, no caso de Temer, o “foro pós-túmulo”.

Estaremos atento à posse no dia primeiro: Bolsonaro com o colete à prova de balas. E Temer, com o novo “colete com mangas.” Vocês duvidam? Eu não! Eu acredito na capacidade criativa da Justiça brasileira. Só não sei se o Clodovil aprovaria esse novo modelito de colete.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s