FASCISTAS DALTÔNICOS

fascistas daltônicos“Esta merda vermelha não nos representa!” (Manifestante bolsonarista, em frente à Catedral de Brasília, confundindo o “outubro rosa” com o “vermelho comunista”).

“Bota verde e amarelo!” (Manifestante bolsonarista sugerindo a mudança da cor da iluminação da Catedral de Brasília que divulgava o “outubro rosa”).

Há episódios, ao mesmo tempo risíveis e lamentáveis, que marcaram a repressão na época da ditadura militar, especialmente em relação à arte e à cultura em geral. Não falo apenas da censura a letras de músicas, livros e jornais. Aconteceram verdadeiras operações da polícia para fazer busca, apreensão e até mesmo prisões. Mas a paranoia era tanta que, em 1965, agentes do DOPS foram ao Teatro Municipal de São Paulo para prender ninguém menos do que o dramaturgo Sófocles, um grego que havia morrido no século V antes de Cristo, acusado de ser o autor de uma peça “comunista”. O pessoal do teatro avisou aos agentes que seria um pouco difícil prender Sófocles. Quem sabe uma sessão espírita resolvesse o problema?

Mas a paranoia da cor também é antiga. Já invadiram a casa do Ferreira Gullar em busca de material “subversivo e comunista”. Eles pensavam que um livro de capa vermelha fosse o “Livro Vermelho” de Mao Tsé Tung. Mas era apenas um exemplar da Bíblia. Não satisfeitos, desconfiaram de outro livro sobre “Cubismo”. Pensavam que fosse algum livro sobre Cuba. Os agentes nem imaginavam que pudesse se tratar de algum conteúdo referente à arte de Pablo Picasso.

E a cromofobia voltou. Até com daltonismo. Parece que os fascistas ficaram daltônicos e já estão confundindo vermelho com rosa. Estamos no “outubro rosa”, a campanha de prevenção ao câncer de mama em todo Brasil. Assim, monumentos que são ícones nas diversas cidades do país, costumam estampar a cor rosa, numa alusão à campanha. Em Brasília, a Catedral foi iluminada na cor rosa para lembrar a campanha. No que, imediatamente, os manisfestantes pró-Bolsonaro se manifestaram confundindo rosa com vermelho e pedindo o verde e amarelo e dizendo que “aquela merda” não os representava.

Como o líder deles já falou que, se eleito,  vai “metralhar os vermelhos”, espero que se isso acontecer ele não esteja com daltonismo, como seus séquitos, para que ao menos a Catedral de Brasília seja poupada da sanha fascista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s