PESQUISA: VITÓRIA DA DEMOCRACIA

pesquisa ibope 24 set.

A pesquisa Ibope divulgada ontem, dia 24/9, mostra o crescimento vertiginoso de Haddad e já assusta a direita fascista, que, usando de seu costumeiro terrorismo cibernético, vem disseminando mentiras e calúnias pela rede. A evolução de Haddad, que só cresceu desde a pesquisa do dia 20 de agosto, mostra que o avanço da extrema-direita está sendo respondido pelo voto no antifascismo. Desde a pesquisa do dia 18 de setembro, quando Haddad marcou 19 pontos percentuais, que a polarização ficou estabelecida ainda no primeiro turno. E, junto com a polarização, o voto útil prematuro, visto que não é apenas uma polarização de candidatos em uma mera situação numérica. Trata-se, sim de uma polarização ideológica.

Aqueles que queriam exterminar o PT, agora não sabem o que fazer. Isso porque, grande parte dos votos de Bolsonaro não vem apenas dos fascistas, mas dos antipetistas. O antipetismo, disseminado especialmente desde 2015 pela mídia e pelos partidos que no ano seguinte consumariam o golpe, acabou beneficiando o próprio PT. Porque aqueles partidos não cresceram. O que cresceu foi o fascismo. E agora, em grande parte, o voto no PT é o voto antifascista e não necessariamente petista.

E não adianta dizer que o PT é um “extremo”. Todos os governos petistas mostram isso. Erros aconteceram, desvios foram comprovados. Porém, o valor que hoje é o mais ameaçado chama-se democracia. E, em nenhum momento de qualquer governo petista, do qual inclusive somos críticos em muitos aspectos, a democracia esteve comprometida. O extremo vem do outro lado, da direita fascista, cujos integrantes da chapa, pelo seu passado e pelas suas recentes declarações e até ameaças , colocam a democracia em xeque: duvidar das urnas para criar instabilidade e não aceitar o resultado eleitoral, defender ditadura, exaltar torturadores, intimidar o Judiciário com declarações ameaçadoras em vésperas de julgamento, querer Constituição sem povo, desqualificar as mulheres, comparar quilombolas a gado, chamar o negro de malandro e o índio de preguiçoso, pregar o uso indiscriminado das armas, desdenhar os direitos humanos, dentre outras barbaridades é o que vem do outro lado e ameaça a nossa democracia. A pesquisa mostra que o povo está dizendo um rotundo “não” a tudo isso. A resposta do povo vem sendo dada e será consolidada nas urnas. A mensagem trazida pelas pesquisas é muito mais do que uma vitória do PT, do Lula ou do Haddad. É uma vitória da democracia, que foi conquistada e construída com muito suor, lágrimas e sangue. O aumento da rejeição a Bolsonaro, que já está em 46% também é uma mensagem de que o povo não quer a volta de nada que lembre a ditadura. Democracia e respeito são bons. E o povo gosta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s