O VAGABUNDO CARA-DE-PAU

FHC O CARA DE PAU“Assim como houve um mensalão do PT, fala-se de um mensalão do PSDB mineiro, que não houve. O que houve, isso sim, foi caixa 2.” (Fernando Henrique Cardoso, em entrevista ao jornalista Pedro Venceslau, do Estado de São Paulo).

A afirmação acima foi feita, com todo o deboche e cinismo característico dos tucanos, por Fernando Henrique Cardoso, em entrevista ao Estadão. A entrevista foi alusiva aos 30 anos de fundação do PSDB. Na verdade, a afirmação debochada de FHC segue o clichê da mídia global e seus penduricalhos: “quando se trata do PT é corrupção, mas quando for o PSDB é caixa 2.” A afirmação estapafúrdia do vagabundo que se aposentou aos 38 anos de idade era uma resposta sobre a prisão de Eduardo Azeredo, o tucano que inventou o mensalão em 1998. Muito antes do PT.

É bom, inclusive, acrescentar que, entre os crimes de corrupção cometidos pelos tucanos, o tal do mensalão é até “fichinha”. A Justiça foi morosa, quase que o crime prescreve, mas Azeredo, no fundo, acabou mesmo sendo um “bucha”. Sua prisão nada mais é do que uma satisfação, para dar uma aparência de imparcialidade da Justiça, em relação a alguém que não representa mais nada no cenário político brasileiro. O trabalho eficiente da mídia e a perseguição dos “tucanos de toga” foi tão grande que muitos, hoje, quando se fala em corrupção, associam-na apenas ao PT.

Na verdade, o sr. FHC, o vagabundo que se aposentou aos 38 anos de idade, deveria, então dar vários outros esclarecimentos. Primeiro, sobre sua mansão em Paris. Depois, sobre a remessa ilegal de dinheiro ao exterior para bancar o filho que teve com a amante (em tempo: ele não é mais ateu e “defende a família”.) Sem esquecer dos obscuros pagamentos recebidos por seu instituto “generosamente” feitos pela Odebrecht.

E já que o mensalão tucano foi “fichinha”, então o vagabundo que se aposentou aos 38 anos de idade poderia falar sobre os 23 milhões recebidos pelo Serra, sobre o helicóptero do Perrela com meia tonelada de cocaína no aeroporto particular do Aécio, sobre a conversa do Aécio com o Joesley (será que os 2 milhões que o playboy do pó pediu também seriam “caixa 2”?), sobre o escândalo da merenda escolar e do metrô nos governos tucanos de São Paulo e sobre o “Marcos Valério do PSDB“, um tal de Paulo Preto. Fernando Henrique Cardoso, quer saber de uma coisa? Vou mandar você para aquele lugar: Vá plantar jaca na Sibéria!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s