O JANTAR DOS AECISTAS

marina e huckLuciano Huck, o apresentador global “ex-candidato a tudo por partido nenhum”, convidou a candidata da Rede à Presidência da República, Marina Silva, para um jantar em sua residência no bairro do Joá nesta quarta-feira, 20 de junho. O encontro não deixa de ser um reencontro. Em 2014 eles estiveram juntos apoiando Aécio em defesa da ética e contra a corrupção. O que levaria então o “outsider apolítico” Luciano Huck a abrir as portas de sua casa para um jantar com Marina? Claro que ele está de olho na eleição para Presidente da República. E ele certamente já teria um candidato. Como aecista e tucano, Huck queria ver Alckmin Presidente da República. Mas o “Picolé de Chuchu” está próximo do “traço” nas pesquisas de intenção de voto. E todos os outros da direita também patinam: Amoedo, Flávio Rocha, Álvaro Dias seriam nomes alternativos a Alckmin: são neoliberais, entreguistas, privatistas, querem acabar com o Estado, trucidar os servidores e privatizar até o oxigênio.

Mas ainda resta um facho de lume para a direita: um pêndulo chamado Marina Silva. Ela tem muita afinidade com os que não decolam e parece ter algum fôlego eleitoral que possa levá-la ao segundo turno. A “onda verde” já passou e sua credibilidade perante as esquerdas foi para o ralo. Mas, no imbricado quadro eleitoral, ela ainda tem “mercado”. Ela é evangélica e, como tal, insere-se na pauta “regressista” dos neoliberais. Certa vez, falei neste espaço que a direita ainda chegaria na Marina. Para quem não leu ou não se recorda, aí vai o link do artigo que escrevemos em 14 de janeiro deste ano:

https://pedropaulorasgaamidia.com/2018/01/14/direita-e-evangelicos-sera-que-chegarao-na-marina/

Marina poderá preencher o vácuo da direita que patina. Para quem apoiou Aécio, fazer mais esse papel ridículo não mudará o que ela representa. No ano passado, Huck já havia promovido patuscadas com outros nomes da direita, incluindo o ex-prefeito engomadinho do Tietê, outro nome da direita que também não decolou. Recorrer a Marina não nos causa nenhuma surpresa. Claro que Huck só pensa em cenários sem Lula candidato. O cardápio do jantar não foi divulgado, mas sabe-se que o apresentador global quer incluir no programa da candidata da Rede parte da agenda do Renova BR, movimento do qual Huck participa. Tudo leva a crer que é a última oportunidade de a direita ter, enfim, um candidato (no caso, uma candidata) para chamar de sua. Mas se essa última cartada não der certo, acho que eles, só de raiva, irão mesmo de Bolsonaro. Apenas um aviso para os comensais de hoje no Joá: cuidado, porque o capitão fascista disse que come gente.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s